Comando Vermelho? Propaganda do Xiaomi Civi viraliza no Brasil

1 min de leitura
Imagem de: Comando Vermelho? Propaganda do Xiaomi Civi viraliza no Brasil
Imagem: Twitter/Reprodução
Essa não é uma matéria patrocinada. Contudo, o TecMundo pode receber uma comissão das lojas, caso você faça uma compra.
Avatar do autor

Uma propaganda da Xiaomi viralizou nas redes sociais após a marca chinesa veicular um comercial do Xiaomi Civi, linha de smartphones lançada em 2021. O que era para ser apenas uma jogada de marketing se transformou na mais pura zoeira dos internautas brasileiros ao relacionar o vídeo com o Comando Vermelho, facção criminosa do Rio de Janeiro.

Com pouco mais de 30 segundos, o corte do vídeo já tem cerca de 1,2 milhões de visualizações no Twitter. Tudo começou depois dos usuários notarem os atores da propaganda fazendo o sinal de CV com as mãos, uma alusão à sonoridade da palavra Civi. Confira abaixo:

Como o brasileiro não perdoa nenhum deslize quando o assunto é humor na internet, imediatamente inúmeras edições com músicas da facção começaram a aparecer nas respostas. Uma delas, inclusive, mostra um turista asiático em uma favela do Rio de Janeiro brincando com uma arma e fazendo os sinais do grupo. Na legenda, o usuário brinca: "eu tenho imagens do dia da negociação".

Em outro tweet, o destaque vai para o funkeiro MC Poze do Rodo com a música "Na CDD Só tem bandido faixa preta".

Xiaomi não tem relação com o Comando Vermelho

Os memes são incontáveis, com espaço para brincadeiras até com o ex-jogador de futebol Adriano Imperador e Hideo Kojima, responsável pela franquia Metal Gear Solid, que já havia se rendido nessa brincadeira sem saber durante sua passagem pelo Brasil durante a Brasil Game Show.

A linha Xiaomi Civi, no entanto, só está disponível na China, e seu último lançamento foi com o Civi 1S, smartphone intermediário com belíssimo design. Por mais óbvia que pareça, a marca chinesa também não tem nenhum envolvimento com o Comando Vermelho.

Considerada a facção mais forte do Rio de Janeiro, o Comando Vermelho tem suas origens numa prisão em Ilha Grande. Inicialmente conhecida como Falange Vermelha, o grupo se uniu no presídio para minimizar os maus-tratos sofridos, trazendo uma mentalidade de que o "isolamento e o pensamento individualista fragilizavam a luta dos presos, ao passo que, unidos, se fortaleceriam contra a opressão e poderiam estabelecer regras mais justas", segundo o jornalista e pesquisador do Núcleo de Estudos da Violência da USP, Bruno Paes Manso.