Elon Musk desiste de ir para o conselho do Twitter, diz CEO

1 min de leitura
Imagem de: Elon Musk desiste de ir para o conselho do Twitter, diz CEO
Imagem: Daniel Oberhaus/Flickr
Avatar do autor

Sempre que Elon Musk vai ao Twitter causa algum tipo de comoção. Só que, desta vez, ele já está dentro da empresa como o seu maior acionista, e decidiu não mais participar do conselho de administração da rede social, como anunciado na última terça-feira.

A desistência, comunicada oficialmente pelo CEO da companhia, Parag Agrawal, reafirmava a condição do bilionário como maior acionista do Twitter, e que o serviço de microblog “permanecerá aberto à sua opinião”.

A decisão de Musk ocorreu na manhã do dia em que sua nomeação teria começado a ser encaminhada “dependendo de uma verificação de antecedentes e aceitação formal” dos demais membros do board. O fato teve reflexo imediato no pregão desta segunda-feira (11), quando as ações do Twitter caíram a menos de US$ 43 por ação, embora tenham se recuperado, atingindo US$ 46,02 no momento em que esta matéria é redigida.

Piadas e criptomoedas

Quando Elon Musk, hoje a pessoa mais rica na face da Terra, anunciou documentos financeiros mostrando que havia se tornado o maior acionista do Twitter, as ações da empresa foram ao espaço, como um foguete da SpaceX, atingindo uma valorização superior a 27%, a maior desde o IPO da plataforma nos idos de 2013.

Enquanto isso, um documento interno do Twitter deixava claro que, para se sentar em seu conselho de administração, ele teria que limitar sua participação no capital da empresa a 14,9% das ações ordinárias em circulação. Musk aproveitou o "calor" das notícias para divulgar uma série de supostas ideias para revolucionar a companhia e seus produtos.

As sugestões foram de piadas grosseiras (como mudar o nome da empresa para “Titter”, uma gíria para “seio”), como uma sugestão para os assinantes do Twitter Blue pudessem pagar suas mensalidades de US$ 3 (R$ 14) na moeda digital dogecoin.

Finalmente, Musk também sugeriu que o Twitter transformasse sua sede em São Francisco em um abrigo para moradores em situação de rua. A situação ainda serviu como palco de anúncio para o aguardado botão de editar mensagens no Twitter.

Até o momento, Elon Musk não comentou oficialmente sobre a decisão de deixar o board do Twitter.

News de tecnologia e negócios Deixe seu melhor e-mail e welcome to the jungle.