Moraes ameaça banir o Telegram no Brasil por 48h

1 min de leitura
Imagem de: Moraes ameaça banir o Telegram no Brasil por 48h
Imagem: Shutterstock/Reprodução
Avatar do autor

Nesta sexta-feira (25), o ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Alexandre de Moraes determinou o banimento de perfis do Telegram. Caso a ordem não seja cumprida, o aplicativo de mensagens poderá ser banido pelo prazo inicial de 48 horas, conforme noticiou a Folha de São Paulo.

O aplicativo também fica sujeito a multa de R$ 100 mil por perfil caso os mesmos não sejam bloqueados no período indicado. "A efetivação da determinação judicial de bloqueio [dos perfis] deverá ocorrer no prazo máximo de 24 horas, sob pena de suspensão dos serviços do Telegram no Brasil, pelo prazo inicial de 48 horas", diz Moraes.

O ministro, que é relator do inquérito das milícias digitais, também pediu o encaminhamento urgente da decisão à Polícia Federal (PF). O Telegram tem rejeitado os questionamentos de autoridades brasileiras sobre o bloqueio de perfis e canais que disseminam notícias falsas na plataforma. Edson Fachin, novo ministro do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), também relatou que não descarta o banimento do aplicativo no Brasil.

Por outro lado, Moraes não revelou nominalmente quais são os perfis que deverão ser banidos do Telegram, tampouco a quantidade.

Na última semana, o TSE formalizou uma parceria com redes sociais para tentar combater notícias falsas durante o período eleitoral brasileiro. Estão inclusas plataformas como TikTok, WhatsApp, Facebook, Instagram e outras, mas o Telegram ficou de fora.

News de tecnologia e negócios Deixe seu melhor e-mail e welcome to the jungle.
Você sabia que o TecMundo está no Facebook, Instagram, Telegram, TikTok, Twitter e no Whatsapp? Siga-nos por lá.