Twitter testa reações com vídeo para retweets no iOS

1 min de leitura
Imagem de: Twitter testa reações com vídeo para retweets no iOS
Imagem: Unsplash
Avatar do autor

O Twitter iniciou nesta quinta-feira (6) o teste de uma nova função, denominada “Citar tweet com reação”, que permite retuitar postagens de outras pessoas e adicionar uma reação customizada para elas, utilizando um vídeo gravado na hora. A novidade chega primeiro a um seleto grupo de usuários do app da rede social no iOS.

De acordo com o microblog, os vídeos de reação de tweets surgem como uma terceira opção no menu de retweets da plataforma. Tocando no botão “Retweet” de uma determinada postagem, a nova alternativa surge junto aos atuais recursos “Retweetar” e “Comentar tweet”, para quem faz parte do teste.

Ao escolher “Comentar tweet com uma reação”, o app abre a câmera do iPhone, permitindo ao usuário fazer uma gravação rápida para demonstrar o seu sentimento em relação à publicação que acabou de ser visualizada. Além do vídeo, cuja duração máxima não foi informada pelo serviço, também é possível registrar uma foto, dando apenas um toque no botão — segurá-lo leva à gravação.

A ferramenta está em teste exclusivamente no iOS.A ferramenta está em teste exclusivamente no iOS.Fonte:  Twitter/Divulgação 

Depois de registrar a reação, a imagem do usuário aparece ao fundo, em tamanho maior, enquanto a postagem original, que gerou a sua resposta, surge como uma figurinha. A função remete ao extinto Fleets do Twitter, que por sua vez foi inspirado nos Stories do Instagram.

Compartilhando com os seguidores

As respostas em vídeos para retweets ficam disponíveis para todos os seguidores na linha do tempo, após o usuário confirmar o seu envio, pressionando a opção “Tweet”, no alto da tela. Caso desista da reação ou queira fazer um novo registro, basta apertar o “X”, no canto superior esquerdo.

Nas capturas de tela compartilhadas pela rede social, não são mostradas outras opções além dos botões da câmera, de envio e cancelamento. Com isso, aparentemente não há como editar os registros feitos por meio das lentes do celular.

Este novo recurso do Twitter está disponível apenas na versão para iOS da plataforma, durante o período de testes, para usuários selecionados. A empresa não comentou sobre a possibilidade de ampliação da quantidade de participantes nem a respeito do lançamento da ferramenta no Android.