Twitter desiste dos 'Fleets', suas postagens ao estilo Stories

2 min de leitura
Imagem de: Twitter desiste dos 'Fleets', suas postagens ao estilo Stories
Imagem: Twitter
Avatar do autor

A partir do próximo dia 3 de agosto, o Twitter deixará de exibir os Fleets, sua versão de postagens temporárias ao estilo Stories, no topo de sua página principal. A empresa anunciou nesta quarta-feira (14) que desativará a função, lançada há apenas 8 meses, por falta de uso e adoção geral.

Com a mudança, os usuários visualizarão apenas os "Espaços do Twitter" ativos, as salas de áudio similares as encontradas no Clubhouse. Os recursos anteriormente presentes no Fleets serão incorporados ao compositor de postagens, possibilitando a edição de textos e colagens de figurinhas animadas, os stickers.

O vice-presidente de Produtos do Twitter, Ilya Brown, comentou sobre a decisão: "Esperávamos que o Fleets ajudasse mais pessoas a se sentirem à vontade para participar da conversa no Twitter," explica, "mas, desde que apresentamos o Fleets a todos, não vimos um aumento no número de novas pessoas entrando na conversa com o Fleets como esperávamos," ele pondera.

Confira o anúncio oficial no Twitter:

Todavia, Brown explica que a revisão de funcionalidades é importante para o crescimento da plataforma. "Se não estamos evoluindo nossa abordagem e diminuindo os recursos de vez em quando — não estamos nos arriscando muito," ele diz, "continuaremos a construir novas maneiras de participar de conversas, ouvindo comentários e mudando a direção quando houver uma maneira melhor de servir as pessoas usando o Twitter," conclui.

Dificuldades técnicas

O Twitter enfrenta, há alguns anos, o desafio de inserir novos usuários na "conversa" da rede social, isto é, na criação de novos tuítes. Como aponta o site The Verge, os principiantes tendem a apenas consumir publicações de outras contas, deixando de se manifestar como o esperado.

Assim como a função "Espaços do Twitter", o Fleets foi mais uma das tentativas da plataforma para se adaptar à concorrência e atrair novos usuários "ativos". Entretanto, diferente das recentes salas de áudio, as publicações temporárias não agradaram os usuários desde o princípio, possivelmente devido à "saturação" do formato pelo seu uso em diversas redes sociais.

Formato "Stories" pode ter sido utilizado em excesso. (Fonte: Omagh Enterprise / Reprodução)Formato "Stories" pode ter sido utilizado em excesso. (Fonte: Omagh Enterprise / Reprodução)Fonte:  Omagh Enterprise 

Atualmente conhecido como "Stories", o formato foi estabelecido inicialmente pelo Snapchat, tornando-se ainda mais popular pela variante oferecida no Instagram. Logo, o recurso não demorou a chegar em outras redes sociais, como o Facebook e até mesmo o WhatsApp, um "reaproveitamento" que poderia ser considerado um excesso para a proposta original de cada plataforma.

Twitter desiste dos 'Fleets', suas postagens ao estilo Stories