'Truth Social': Donald Trump vai lançar uma nova rede social

1 min de leitura
Imagem de: 'Truth Social': Donald Trump vai lançar uma nova rede social
Imagem: Wikimedia Commons
Avatar do autor

O ex-presidente dos Estados Unidos (EUA) Donald Trump anunciou nesta quarta-feira (20) que vai lançar a própria rede social. Intitulada TRUTH Social, a plataforma deve ser aberta já em novembro, mas estará disponível apenas para convidados na estreia, ganhando uma versão para o público em geral a partir de 2022.

De acordo com Trump, a novidade chegará para “enfrentar a tirania das big techs”, referindo-se principalmente ao Facebook e ao Twitter, dos quais ele foi banido após os incidentes ocorridos no Capitólio dos EUA, no início do ano. Com o lançamento, o magnata quer voltar a marcar presença online.

“Vivemos em um mundo onde o Talibã tem uma presença enorme no Twitter, mas seu presidente americano favorito foi silenciado. Isso é inaceitável”, criticou o empresário em um comunicado. Ainda não há muitos detalhes sobre como a rede social de Trump vai funcionar, mas especula-se que ela será semelhante às plataformas Gab e Parler.

O aplicativo da Truth Social já aparece na App Store, mas ainda não pode ser baixado.O aplicativo da Truth Social já aparece na App Store, mas ainda não pode ser baixado.Fonte:  App Store/Reprodução 

É válido lembrar que o ex-mandatário americano chegou a lançar uma plataforma social no início do ano denominada “From the Desk of Donald J. Trump”. Trazendo formato semelhante a um blog, a rede acabou sendo desativada menos de 1 mês após estrear, devido à audiência abaixo do esperado.

Investindo em outras áreas

Além da TRUTH Social, a Trump Media & Technology Group (TMTG), empresa comandada pelo republicano, também quer lançar um serviço de vídeo sob demanda. Segundo a companhia, a plataforma TMTG+ terá notícias, podcasts e programas voltados ao entretenimento, entre outras atrações.

O grupo liderado por Trump, avaliado em US$ 875 milhões, se fundirá com a Digital World Acquisition Corp (DWCA), tornando-se uma empresa de capital aberto. Futuramente, o TMTG pretende investir em um serviço de armazenamento na nuvem, para concorrer com o Google Cloud e o Amazon Web Services (AWS).