Espaços do Twitter recebe suporte para apps de terceiros

1 min de leitura
Imagem de: Espaços do Twitter recebe suporte para apps de terceiros
Imagem: Twitter/Divulgação
Avatar do autor

A nova interface de programação (API) do Twitter permitirá que aplicativos de terceiros tenham suporte ao recurso Espaços. Isso significa que plataformas como Tweetbot poderão acompanhar dados e pesquisar as salas com conversas de áudio.

A informação foi revelada na página para desenvolvedores da rede social nesta quinta-feira (19). Segundo a postagem, as novidades estarão disponíveis na recente versão do API do Twitter.

Concorrente do Clubhouse, Twitter Espaços foi lançado em maio para usuários com mais de 600 seguidores.Concorrente do Clubhouse, Twitter Espaços foi lançado em maio para usuários com mais de 600 seguidores.Fonte:  Twitter/Divulgação 

“Como parte do lançamento de hoje, todos os desenvolvedores que usam a nova API serão capazes de pesquisar Espaços ao vivo ou programados usando critérios como Spaces ID, nome de usuário ou palavra-chave”, cita a nota no site.

O Twitter espera a criação de ferramentas que ajudem as pessoas a encontrarem as salas de conversa com mais facilidade. Bem como, a plataforma acredita que a mudança beneficiará os criadores com a possibilidade de atrair mais ouvintes engajados.

A rede social também acredita que o suporte para apps de terceiros ajudará profissionais de social media e marketing digital a entenderem os metadados do recurso. Por consequência, será possível acompanhar novas métricas relacionadas a um Espaço ativo.

Twitter permite que criadores monetizem os conteúdos do Espaços.Twitter permite que criadores monetizem os conteúdos do Espaços.Fonte:  Twitter/Divulgação 

Suporte apenas para ferramentas de análise

A atualização do API do Twitter tem o objetivo de dar a capacidade de aplicativos de terceiros exibirem materiais e dados do Espaços. Com isso, é possível que mais ferramentas sejam disponibilizadas no futuro.

Por outro lado, os apps não devem atuar como uma plataforma para a criação de salas e publicação dos conteúdos. Além de não ser um plano da plataforma, os desenvolvedores não expressaram interesse em construir um software com essa proposta.

Dessa maneira, o aplicativo do Twitter para Android e iOS permanece como o único meio para os criadores enviarem áudio. Enquanto isso, os usuários podem continuar usando outras plataformas de terceiros para ler tweets.