Twitter admite que deu selo azul de verificado para bots

1 min de leitura
Imagem de: Twitter admite que deu selo azul de verificado para bots
Imagem: Twitter
Avatar do autor

O Twitter reconheceu, na segunda-feira (12), que suspendeu definitivamente um “pequeno número” de contas falsas que haviam obtido indevidamente o selo azul de verificação da rede social. Todos os perfis em questão foram criados no dia 16 de junho, cerca de duas semanas após o microblog reabrir o seu programa de análises de pedidos de verificação de perfil.

Segundo o site Daily Dot, o reconhecimento do erro veio apenas depois que o cientista de dados, que se intitula "Conspirador Norteño", expôs as contas em seu Twitter, mostrando que nenhum dos perfis denunciados postou um tuíte sequer. Além disso, pelo menos dois deles exibiam fotos de perfil claramente retiradas de bancos de imagens.

Questionado pelo Daily Dot, o Twitter admitiu ter aprovado, “por engano”, os pedidos de verificação de perfil de um "pequeno número" de contas falsas. O comunicado informa também que a empresa "suspendeu permanentemente as contas" e removeu o selo de verificação seguindo as "políticas de manipulação de plataforma e spam”.

Falhas de verificação do Twitter

A denúncia mostra que o novo processo de verificação de perfil do Twitter está tendo sérios problemas. Relançado no dia 1º de junho, o sistema prometia seguir uma série de critérios de elegibilidade, entre eles a aceitação de todas as regras da plataforma e atividades registradas na conta nos últimos seis meses.

Porém, Norteño foi cirúrgico em suas denúncias contra a rede social: sua apuração revelou 976 seguidores com características suspeitas (todos criados entre os dias 19 e 20 de junho), além de um grande número com fotos de perfil geradas por inteligência artificial. Para resumir, o cientista afirma que as contas denunciadas faziam parte de uma botnet, com pelo menos 1.212 perfis falsos. Veja abaixo:

Apesar das providências adotadas, é preocupante saber que o Twitter só agiu depois que um pesquisador autônomo fez a denúncia.

Twitter admite que deu selo azul de verificado para bots