(Fonte da imagem: Willian Marlow)

A Google e a Microsoft estão envolvidas em uma pendência judicial em torno do uso por parte da Microsoft de patentes pertencentes à Motorola, companhia adquirida pela gigante da web. Na última semana, as duas empresas fizeram um acordo na FTC (Federal Trade Comission, comissão dos EUA responsável por analisar disputas desse tipo), e hoje a Google resolveu tirar duas reclamações do processo.

As patentes cujo uso não está mais em disputa foram utilizadas pela Microsoft nos Windows Phone e console Xbox 360 e dizem respeito à codificação de vídeo em H.264. O suposto uso irregular seria feito sem o devido pagamento à Google, e a Microsoft se defende afirmando que a Motorola, antes de sua aquisição pela gigante da internet, cobrava um preço injusto e discriminatório pelo uso da técnica.

Contudo, como as patentes foram consideradas essenciais ao setor pela FTC — inclusive a outras empresas que atuam no mesmo ramo —, a decisão de um acordo foi a mais viável para ambas as empresas.

Ainda não é o fim

Apesar de um sinal da Google rumo a um “cessar fogo”, a retirada da reclamação das duas patentes ainda não é o fim desta guerra. No documento enviado ITC (International Trade Comission, comissão internacional semelhante à FTC), a companhia afirma que não desistiu de lutar pela reparação daquilo que julga ser a violação de seus direitos.

A Microsoft, por sua vez, recebeu com satisfação a notícia do recuo da Google, cumprindo os acordos feitos junto à FTC. “Estamos satisfeitos que a Google finalmente removeu essas reclamações de exclusão de produtos contra a Microsoft, e esperamos que ela venha a retirar queixas semelhantes pendentes em outras jurisdições”, afirmou David Howard, advogado da companhia, ao CNet.

Cupons de desconto TecMundo: