(Fonte da imagem: Reprodução/Gizmodo)

Um dos próximos planos da NASA é o de mandar um robô até a lua líquida de Júpiter — que é formada por oceanos e geleiras. Para que isto seja possível, é necessário usar uma supermáquina, com resistência ao frio, à água e que consiga se movimentar sem usar comandos enviados por uma equipe de cientista.

E foi um robô com estas especificações que o Dr. Bill Stone criou, junto de sua equipe da Universidade do Texas, em Austin. O nome do “astronauta” é DEPTHX, e ele demorou três anos para ser construído, resultando em um custo de USS 5 milhões (cerca de R$ 10 milhões) para a agência espacial americana.

Além disso, ele tem 13 metros de largura e oito de comprimento, contanto com 36 computadores para processamento de dados e seis propulsores — entre outros componentes, gerando mais de uma tonelada de peso.

Robô que anda sozinho

O que mais chama a atenção entre todas as suas características são os 54 sonares, responsáveis por captar e mapear todo o ambiente ao redor do robô em um raio de 300 metros, fazendo com que ele possa se mover sozinho. Com isso, vão ser gerados mapas em 3D, de modo que a NASA possa conhecer a lua sem ter ido até ela.

Fonte: Gizmodo

Cupons de desconto TecMundo: