Em evento realizado em Paris, o grupo formado por empresas como Qualcomm, Peugeot, 5G Automotive Association (5GAA), BMW e Ford realizaram a primeira demonstração ao vivo da tecnologia de comunicação direta C-V2X (Cellular Vehicle-to-Everything). A novidade dá um lampejo daquilo que podem vir a ser os veículos conectados do futuro ao ligar veículos e infraestrutura viária.

A demonstração exibiu avanços da nova tecnologia de comunicação aplicada à prevenção de colisão entre carros e motocicletas inteligentes, tudo sem depender da cobertura de redes móveis tradicionais. Isso é possível graças aos pontos de conectividade sem fios oferecidos pelo hardware da Qualcomm embutidos em veículos e na infraestrutura de trânsito.

“Esta demonstração de interoperabilidade entre várias montadoras não é apenas um marco importante para a implantação do C-V2X, mas é também uma validação da viabilidade comercial e a compatibilidade global de uma comunicação direta em C-V2X para veículos conectados”, defende o vice-presidente sênior e presidente da Qualcomm para a Europa, Enrico Salvatori.

Além de praticidade e conforto, o grande apelo dessa nova tecnologia é que ela leve mais segurança para contextos de uso amplo de carros autônomos e inteligentes. A expectativa do grupo responsável pela C-V2X é de que os veículos conectados comecem a ser comercializados a partir de 2019.