Não tem mais jeito: a Volvo se rendeu, a Rolls-Royce também, as marcas do Grupo BMW, a Maserati, a Cadillac e agora a Jaguar Land Rover quer que todos os seus carros lançados a partir de 2020 sejam elétricos de alguma forma – seja totalmente movido a eletricidade, como um híbrido recarregável ou como híbrido 48V.

A empresa afirma que a intenção é seguir para um futuro mais limpo e, dentro de três anos, todas as novas linhas (e metade do portfólio) da marca vão oferecer alguma opção de eletrificação para os clientes.

Um carro vermelho na estrada

A montadora, no entanto, não revelou muito detalhes a respeito de quais serão os modelos que farão parte do plano. O que se sabe é que os primeiros passos já foram dados com o Jaguar i-Pace, um SUV elétrico que deve chegar no ano que vem ao mercado.

Do lado da Land Rover, embora alguns conceitos já tenham surgido, não há um modelo específico planejado para o futuro.

carro dirigindo em uma estrada

O movimento de eletrificação de portfólios das marcas vem se tornando cada vez mais comum com a pressão crescente dos governos em reduzir as emissões de poluentes de veículos movidos a gasolina e a diesel.