Primeiro foi a Volvo, depois veio o anuncio da Cadillac, aí a BMW e agora a Maserati anunciou que, a partir de 2019, todos os novos modelos da marca serão elétricos de alguma forma – ou 100% movidos a eletricidade ou híbridos.

A notícia foi dada pelo CEO da Fiat Chrysler, Sergio Marchionne, durante uma reunião com investidores. O executivo citou que, após os próximos dois lançamentos da Maserati, quase todo o investimento feito na parte de unidades motrizes será direcionado para o desenvolvimento de propulsores elétricos.

Levante poderá ser o primeiro modelo a receber algum tipo de eletrificação

Como a plataforma do novo SUV da marca, o Levante, permite uma adaptação para uso de tecnologia híbrida, a expectativa é que o modelo seja um dos primeiros a ser convertido de forma oficial. No entanto, segundo a Autocar, o primeiro veículo 100% elétrico deverá chegar apenas em 2020.

A Maserati atualmente conta com dois sedãs, o Ghibli e o Quattroporte; um SUV, o Levante; e um coupé, o Gran Turismo – e nenhum deles conta com uma versão com qualquer tipo de eletrificação até hoje. Nem mesmo o conceito Alfieri, mostrado em 2014, previa o uso da tecnologia.