10 dicas para proteger seus dados em compras no Dia do Consumidor

2 min de leitura
Imagem de: 10 dicas para proteger seus dados em compras no Dia do Consumidor
Imagem: Unsplash
Avatar do autor

Comemorado em 15 de março, o Dia do Consumidor é uma data inspirada no discurso feito em 1962 pelo então presidente dos Estados Unidos John Kennedy, no qual ele ressaltou os princípios básicos da proteção dos direitos dos consumidores.

Para celebrá-lo, o comércio realiza muitas promoções nesse dia anualmente. Se você está pensando em aproveitar os descontos, não deixe de conferir algumas dicas para proteger seus dados nas compras online, cuidados que se tornaram ainda mais necessários em meio a tantos vazamentos de informações ocorridos ultimamente.

1. Verifique a segurança do site

Resistir à tentação de ver aquele produto desejado em oferta pode ser difícil, mas, antes de efetuar a compra, verifique se o site é seguro. A página deve ter o endereço iniciado por https, apresentar um ícone de cadeado ou outro certificado de segurança.

Cuidado com os dados do cartão.Cuidado com os dados do cartão.Fonte:  Rawpixel 

2. Não salve os dados do cartão

Para maior comodidade, as lojas online costumam oferecer a opção de salvar os dados do cartão para compras futuras. Apesar da praticidade, não é uma boa ideia deixar suas informações armazenadas ali, pois elas podem ser vazadas, como aconteceu antes.

3. Use seu próprio dispositivo

Se por algum motivo não for possível usar o seu celular ou computador na hora de comprar, é melhor esperar o aparelho ficar disponível. Em caso de urgência, só peça emprestado a alguém de confiança.

4. Evite as conexões públicas

Caso sua internet móvel ou banda larga fixa não possam ser usadas momentaneamente, aguarde até elas ficarem disponíveis para comprar. Seus dados estão mais expostos nas redes wi-fi públicas, podendo ser interceptados por cibercriminosos.

Não use o Wi-Fi do bar ou cafeteria para fazer compras.Não use o wi-fi do bar ou da cafeteria para fazer compras.Fonte:  Pixabay 

5. Cuidado com mensagens e e-mails suspeitos

Links enviados por e-mail e SMS ou compartilhados via WhatsApp e redes sociais devem ser vistos com cautela, mesmo quando encaminhados por conhecidos. Eles podem levar a sites fraudulentos ou instalar programas maliciosos em seu dispositivo.

6. Leia a política de privacidade

É nesse documento que o site descreve a forma como lida com as informações cadastradas na página. Por isso, leia todo o texto com atenção e, se não concordar com a política da empresa, não aceite os termos.

7. Crie senhas fortes

Mescle letras maiúsculas e minúsculas, números e caracteres especiais em suas senhas e evite códigos pequenos, gerando uma combinação difícil de ser quebrada. Além disso, nunca utilize a mesma senha em seus cadastros.

Muitas pessoas ainda usam senhas como 1234.Muitas pessoas ainda usam senhas como 1234.Fonte:  Pixabay 

8. Verifique os extratos

Confira sempre a fatura mensal enviada pelo banco, prestando atenção aos gastos com o cartão. Se houver uma compra não reconhecida, entre em contato com a instituição e solicite o bloqueio, pois ele pode ter sido clonado.

9. Prefira o cartão virtual

Várias instituições financeiras oferecem cartão virtual para compras na internet. Ele tem numeração e código de verificação diferentes do cartão físico, além de ser possível bloqueá-lo ou excluí-lo a cada utilização.

10. Use camadas extras de segurança

Ativar funções como MasterCard Identity Check e Verified by Visa é outra forma de proteger seus dados em compras online. Oferecidas por alguns bancos, elas são como uma autenticação de dois fatores, dando mais segurança ao confirmar as compras no cartão.

News de tecnologia e negócios Deixe seu melhor e-mail e welcome to the jungle.
10 dicas para proteger seus dados em compras no Dia do Consumidor