Apple perde quase US$ 180 bilhões após queda na bolsa

1 min de leitura
Imagem de: Apple perde quase US$ 180 bilhões após queda na bolsa
Imagem: Reprodução
Essa não é uma matéria patrocinada. Contudo, o TecMundo pode receber uma comissão das lojas, caso você faça uma compra.
Avatar do autor

Uma forte queda nas bolsas de valores de Nova York ocorrida na última quinta-feira (3) se refletiu na desvalorização de diversas gigantes da tecnologia, e a Apple foi uma das mais afetadas, tendo perdido quase US$ 180 bilhões de valor de mercado em um único dia, a maior marca histórica de qualquer companhia. A Maçã fechou em baixa de 8,01%, mas, ainda assim, nem passou perto de sair da casa dos US$ 2 trilhões.

Além dela, o Facebook terminou com menos 3,76%, a Amazon caiu 4,63% e a Netflix fechou com contração de 4,90%. Por fim, a Alphabet (Google) teve queda de 5,12% e a Microsoft recuou 6,19%. 

Em um panorama geral, no fechamento das sessões, o índice Nasdaq caiu 4,96%, enquanto o Dow Jones recuou 2,78% e o S&P 500 cedeu 3,51%.

Companhia testemunhou perda histórica, mas ainda vale mais de US$ 2 trilhões.Companhia testemunhou perda histórica, mas ainda vale mais de US$ 2 trilhões.Fonte:  Reprodução 

Os resultados foram atribuídos ao reposicionamento de investidores antes da divulgação do relatório sobre o mercado de trabalho nos Estados Unidos e os primeiros negativos desde março, início da pandemia da covid-19, que, apesar de ter prejudicado praticamente todos os setores da economia, beneficiou tais companhias.

No caso da Apple, foi a maior queda percentual desde 16/03, data em que seus papéis recuaram 12,9%,

Apple perde quase US$ 180 bilhões após queda na bolsa