Samsung pularia produção de chips em 4 nm indo direto de 5 para 3

1 min de leitura
Imagem de: Samsung pularia produção de chips em 4 nm indo direto de 5 para 3
Imagem: Reprodução
Essa não é uma matéria patrocinada. Contudo, o TecMundo pode receber uma comissão das lojas, caso você faça uma compra.
Avatar do autor

De acordo com o DigiTimes, a Samsung vai pular etapas e decidiu não investir na produção de chips de 4 nanômetros – indo de 5 nanômetros direto para 3 nanômetros –, seguindo uma abordagem diferente da concorrente TSMC, que pretende concluir sua linha de chips N4 até o final de 2023.

Em agosto, espera-se que a gigante sul-coreana dê início à produção em massa dos novos chips com 5 nanômetros, e é possível que o primeiro deles, o Exynos 992, seja encontrado no Galaxy Note 20. Em paralelo, a TSMC possui três opções com a mesma tecnologia já prontos para lançamento. Apesar de a gigante sul-coreana se manter competitiva em capacidade de manufatura, fica atrás em termos de progressão – o que explicaria a decisão.

De qualquer forma, a TSMC não está parada nessa questão e dedicou um investimento de US$ 20 bilhões para sua unidade de produção de chips de 3 nm, que deve estar operacional até 2022.

Decisão pode ter a ver com crescimento da TSMC.Decisão pode ter a ver com crescimento da TSMC.Fonte:  Reprodução 

Concorrência acirrada

Os movimentos do mercado, claro, influenciam diretamente nessas questões. A TSMC já tem vendas garantidas para a Apple, a Qualcomm e a Huawei. Ainda assim, a Qualcomm encomendou chips de 5 nanômetros da própria Samsung para complementar o modem Snapdragon X60 5G – o que não significa exclusividade, uma vez que os pedidos foram distribuídos pelas concorrentes para minimizar riscos de atrasos e melhorar preços.

Ao que tudo indica, a produção de chips de 5 nanômetros da Samsung será mantida durante 2021, ano que está previsto o lançamento do Exynos 1000. Afinal, rumores sugerem que ela tenha investido US$ 8,1 bilhões de dólares em uma nova linha de produção desses equipamentos.

Enquanto, por um lado, pular tecnologias pode permitir a produção de dispositivos aprimorados e mais eficientes, isso pode resultar na perda de diversos pedidos de parceiros potenciais, que verão na TSMC mais opções disponíveis para seus aparelhos.

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Samsung pularia produção de chips em 4 nm indo direto de 5 para 3