Você sabe o que significa DPI em uma fotografia e para que exatamente essa medida serve? Existe uma confusão bastante grande entre as nomenclaturas das medidas de qualidade de uma fotografia, e muita gente utiliza esse nome sem saber o que muda na foto com um valor de DPI maior ou menor.

A sigla DPI quer dizer, em inglês, “dots per inch”, que traduzido é algo como “pontos por polegada”. Como o nome sugere, é uma medida física. Isto por que “polegadas” é uma medida física, enquanto “pixels” seria um similar digital. Então, se DPI é algo que se aplica apenas no mundo real, qual a diferença disso na tela do computador?

A resposta é simples: não existe diferença. Mas como assim? Se DPI é uma medida de qualidade de imagem, como é possível que não faça diferença nenhuma uma imagem com 72dpi pra a mesma imagem com 300dpi? Essa confusão acontece, pois esse conceito é entendido de forma errada na maioria dos casos.

Existem muitos mitos envolvendo DPI, e para entender o que é verdade ou não, é preciso entender primeiro a diferença entre dois nomes parecidos: DPI e PPI. Enquanto o primeiro quer dizer “dots per inch” (pontos por polegada), o segundo quer dizer “pixels per inch” (pixels por polegadas), e é uma das medidas de qualidade de imagem de um monitor. Os nomes são parecidos, mas elas pouco tem a ver uma com a outra. Leia mais sobre PPI aqui.

Afinal o que é DPI?

Muitas pessoas dizem que DPI é a qualidade de tamanho de impressão de uma fotografia. Isso está relativamente certo, mas é uma definição muito simplista. DPI é um número que tem relação direta com o tamanho e com a qualidade que a foto poderá ser impressa e quanto maior o seu valor, maior pode ser a ampliação da imagem ao passar do computador para o mundo real.

Portanto, para visualização na tela, a quantidade de DPIs da imagem não faz absolutamente nenhuma diferença e você verá a mesma imagem, no mesmo tamanho, tanto se ela estiver em 72 dpi quando em 300 dpi. Veja as duas imagens a seguir. A primeira está configurada em 10 dpi e a segunda em 1000 e não se nota diferença:

Não é possível notar diferença entre as fotos no monitor (Fonte da imagem: Ana Nemes)

Na tela, o tamanho da fotografia é medido em pixels, escrito desta forma: 2048 x 1536. O primeiro número é a largura e o segundo, a altura. Porém, isso não quer dizer muito fora do computador, pois o pixel não é uma unidade com um valor real definido e único, variando de tamanho de acordo com o tipo de tela, a resolução etc...

DPI é a quantidade de pontos que serão impressos por polegada da fotografia. Quanto maior o valor, mais perto esses pontos se encontrarão e, por consequência, melhor a imagem sairá no papel. O tamanho da impressão pode ser ajustado usando esse valor também, porém a maior parte dos programas atuais, como o Photoshop, não utiliza mais o valor do DPI como variável de tamanho.

Quando o número de DPIs faz diferença

Essa é uma pergunta importante, afinal, pois se não faz nenhuma diferença o número de DPIs na tela e a maior parte dos programas não usa mais este valor para definir o tamanho da impressão, onde isso ainda é importante?

Na fotografia, o maior exemplo de utilidade deste valor é a digitalização de imagens. Não a captura com a câmera fotográfica e sim a captura por meio de scanners. Isso por que, quando o scanner “lê” uma fotografia ou objeto, ele forma uma imagem do tamanho literal daquilo. Para que seja possível ampliar a foto é preciso ajustar o valor do DPI, para que o dispositivo leia mais pontos por polegada e consiga fornecer uma imagem maior.

Pense que quando o scanner está enxergando a fotografia que está sendo digitalizada, é como se ele dividisse-a em polegadas quadradas, como uma grande malha quadriculada sobre aquela foto. Cada polegada dessa malha pode conter um número de pontos de captura e quanto maior for esse número, maior a imagem será no seu computador.

É claro que não é preciso jogar um valor absurdamente alto todas as vezes que você for digitalizar uma imagem. Para o uso normal do dia a dia, 72 dpi dão conta do recado. Se você realmente precisa de uma imagem maior, use 100 ou 300 dpi então. Esses são os três valores mais comuns, que são usados na maior parte dos casos.

Então é tudo um mito?

Sim, é realmente um mito que a quantidade de DPIs na fotografia vai influenciar em algo na visualização na tela do computador. Se você for usar as suas imagens apenas virtualmente, tanto faz se a sua máquina está fotografando em 10 ou em 1000 dpi. Assim como a quantidade de megapixels não faz muita diferença na hora de imprimir, a quantidade de DPIs não faz diferença no mundo virtual.

Porém, conforme foi dito, preste atenção nesse número se você pretende imprimir uma foto, ou se você estiver digitalizando uma imagem com o uso de um scanner. Nesses casos, o valor do DPI influencia diretamente no tamanho e qualidade da foto, fazendo bastante diferença se você utilizar 10 ou 1000 dpi. Normalmente não é preciso um valor muito alto e você pode usar 72, 100 ou 300 como referência para a maior parte dos casos.

Cupons de desconto TecMundo: