A vida dos aficionados por tecnologia não é fácil ou mesmo barata. Muita gente acaba tendo que juntar uma grana por um certo tempo para poder comprar seu Galaxy Note 4, iPhone 6 ou LG G3. A HTC, por sua vez, não parece ter nenhum problema em comprar algumas unidades dos concorrentes apenas para destruí-los completamente – com requintes de crueldade. A companhia que, até então, apostava no carisma de Robert Downey Jr. resolveu usar as habilidades do jogador de beisebol Robinson Cano para mostrar que pode detonar todo mundo.

Desde que o ator responsável por interpretar o Homem de Ferro nos cinemas se tornou o garoto-propaganda da empresa, os comerciais dos smartphones taiwaneses geralmente esbanjaram humor com uma boa dose de nonsense. Porém, o vídeo liberado na última segunda-feira (6) vai direto ao ponto para comunicar a estratégia da HTC para este ano: demolir os principais produtos de seus concorrentes diretos. Com base no conteúdo do clipe, dá para dizer sem muito erro que a metáfora ficou bastante clara.

Só de olho na concorrência.

Vestido com um uniforme personalizado com as cores e a logo da fabricante – além de óculos escuros estilosos –, o batedor dos Seattle Mariners não pega leve em suas rebatidas. Um após o outro, Cano manda para o paraíso dos celulares os queridinhos da Samsung, Apple e LG, tudo gravado em câmera lenta e de vários ângulos. Se por um lado isso pode ser extremamente prazeroso para quem adora ver dispositivos assim sendo destruídos – como em “Will it Blend?” – por outro, deve apertar o coração de qualquer um que pensa em ter um desses aparelhos.

A HTC termina o vídeo jogando mais lenha na fogueira, deixando uma mensagem de desafio para seus oponentes: “É preciso foco e poder para competir no nível mais alto. É preciso de precisão para se sobressair. É sobre jogar o jogo por uma causa maior. E, às vezes, você apenas tem que desafiar as convenções. Vamos jogar bola”. A beleza e o tom da produção não deixam dúvidas que a empresa quer agitar o mercado, pretendendo ser bastante agressiva nos negócios esse ano e apostando alto para conquistar uma parcela do público.

O problema é que, para fazer jus à postura exibida no vídeo, a companhia taiwanesa vai ter que ralar bastante e superar algumas más impressões que ficaram sobre seu mais novo top de linha, o HTC One M9. O dispositivo já foi acusado de esquentar mais do que o normal – o que exigiu uma atualização –, parece ter uma duração de bateria abaixo da média e até a câmera foi duramente criticada por conta da qualidade duvidosa. Para começar, talvez seria bom que parassem de confundir o M9 com o seu antecessor, não é?

Cupons de desconto TecMundo: