Um dos grandes anúncios da MWC 2015 foi o One M9, a joia da coroa da HTC. O novo flagship da companhia não inovou no design, mas entregou um hardware potente e que impõe respeito diante dos concorrentes. No entanto, parece que o smartphone da taiwanesa está prestes a ganhar um novo apelido: “esquentadinho”.

De acordo com testes realizados pelo site Tweakers, o aparelho esquenta muito executando jogos 3D, mas a situação começa a ficar realmente preocupante quando ele é colocado para rodar benchmarks como o GFXBench. Nessa condição, o dispositivo atingiu a impressionante marca de 55 °C, temperatura que chega a incomodar em contato com a pele.

HTC One M9 chegando a 55 °C. Culpa do Snapdragon 810?

Culpa do Snapdragon 810?

Por enquanto, quem está recebendo toda a culpa pela alta temperatura é o chipset Qualcomm Snapdragon 810 que equipa o dispositivo. Mesmo antes de estrear em algum smartphone, já havia suspeitas sobre esse componente, acusando-o de superaquecer demais os aparelhos que o continham.

Além do HTC One M9, o LG G Flex 2 também traz em seu interior o Qualcomm Snapdragon 810. Será que esse aparelho também vai apresentar problemas de superaquecimento? Como será que as empresas vão lidar com esse problema? Se tivermos a oportunidade de colocar as mãos nesse smartphone, vamos testar – com a nossa câmera térmica Flir E6  para ver se ele realmente esquenta.

Cupons de desconto TecMundo: