(Fonte da imagem: Android Advices)

A parceria entre a HTC e a Beats pode estar chegando ao fim. De acordo com o jornal Wall Street Journal, a empresa fundada por Dr. Dre está pensando em comprar a participação remanescente da fabricante de smartphones taiwanesa – uma medida que mostra que a aquisição não gerou bons resultados para ambas as partes.

A HTC adquiriu 50,1% de participação na Beats em agosto de 2011 por 300 milhões de dólares, com a esperança de aumentar sua visibilidade no mercado americano ao incorporar o sistema de áudio e fones de ouvido da marca em seus smartphones.

Resultados pífios

Porém, o investimento não gerou o retorno esperado. A receita e os lucros da HTC estão em baixa – a empresa revelou recentemente uma queda de 98% em seus lucros –, o que acabou obrigando a companhia a vender metade de sua participação de volta à Beats em meados de 2012.

"Eu não tenho visto muita sinergia na cooperação", disse Laura Chen, analista do BNP Paribas ao WSJ. Segundo Laura, a Beats tem design e um sistema de áudio avançado, mas isso não ajudou a HTC a vender mais smartphones de forma significativa.

Novos caminhos

De acordo com o TechCrunch, ainda não está claro o que esta sucessão de eventos pode significar para a Beats. Segundo as fontes do WSJ, a empresa estaria em busca de um novo investidor para ampliar seus negócios.

Para o Venture Beat, o rumor de um novo sócio coincide com os preparativos da Beats para lançar um serviço de streaming de música. O movimento é parte de uma tentativa de fortalecer a marca no mercado musical, evitando que ela seja associada apenas como uma fabricante de fones de ouvido.

Se realmente a Beats comprar a parte restante da HTC, isso também pode significar novas parcerias no mercado de smartphones para empresa. Outras companhias podem obter licença da fabricante para lançar smartphones com sua tecnologia.