(Fonte da imagem: The Emolab)

Pesquisadores descobriram uma forma de melhorar drasticamente a confiabilidade da internet de alta velocidade. Através de uma técnica que elimina ruídos, eles puderam transmitir dados a uma velocidade de 400 Gbps de velocidade por meio de fibra óptica.

Linhas de fibras ópticas usam ondas de luz para transferir dados, mas o envio de dados de longa distância em alta velocidade requer uma grande quantidade de energia. Quanto mais energia for usada para transmitir um sinal, mais interferência ou ruído é produzido juntamente.

Uma forma já estabelecida de lidar com essa interferência é invertendo o barulho do seu conjugador de fase. O conceito é semelhante à forma como trabalham os dispositivos que cancelam ruídos em fones de ouvido.

Os fones de ouvido cancelam o ruído monitorando o ambiente nas proximidades através de um microfone, que gera o sinal inverso do que ouve, impedindo que o ruído seja ouvido pela pessoa. Embora seja um conceito simples, até hoje não existiu uma forma igualmente simples para ser usada na rede de fibra óptica.

Otimizando velocidade e largura de banda

Propostas já foram feitas para criar um dispositivo que detecte e filtre o ruído dessa forma, mas com um enorme número de caminhos possíveis para a transmissão de dados seria caro e altamente impraticável configurá-lo.

Porém, os pesquisadores decidiram mudar de estratégia, ao enviar os dados originais juntamente com a sua conjugação de fase. Em outras palavras, eles enviaram um sinal regular e um invertido, tornando fácil a tarefa de filtrar o ruído – a interferência em uma onda é espelhada pela outra, cancelando-se mutualmente.

Isso permite velocidades de transmissão de dados mais rápidas, realizadas a longa distância. Usando sinais individuais, a equipe conseguiu enviar dados de forma confiável a 400 Gbps, a uma distância de 12.800 quilômetros de distância. Com um menor número de erros, o sistema também poderá liberar largura de banda, reduzindo a necessidade de reenviar os dados.

Cupons de desconto TecMundo: