A Samsung é a líder mundial em vendas de smartphones: uma fabricante que merece todos os louros, apesar de algumas derrapadas ao longo de sua história. Porém, na China, tudo muda de figura: a fabricante não atinge nem 1% do mercado local, ficando em 12° lugar, segundo dados do segundo trimestre de 2018 pela Strategy Analytics.

Em terras chinesas, quem carrega a coroa é a Huawei, companhia que vem crescendo em ritmo acelerado e crava 27% de mercado. Atrás dela, seguem OPPO (24%), Vivo (19%), Xiaomi (14,2%) e, incrivelmente, Apple (5,7%).

Vale notar que a China é um mercado difícil: há muitas marcas com ótimos aparelhos sendo vendidos por um preço bem baixo

A Samsung, que passa longe das mãos da maioria dos chineses, vendeu apenas 800 mil smartphones por lá entre abril e junho, afirma a Strategy Analytics. Esse número também não é bom, pois representa uma queda: a Sammy tinha 1,3% de market share no começo de 2018, caindo para 0,8%.

Vale notar que a China é um mercado difícil: há muitas marcas com ótimos aparelhos sendo vendidos por um preço bem baixo e, bem, sabemos que preço é um detalhe definidor na hora da compra.

A Samsung ainda não se pronunciou sobre esses números ou comentou se pretende mudar a estratégia por lá. Mas uma coisa é certa: a gigante sul-coreana deve se mexer. Não dá para perder um mercado deste tamanho quando Huawei e Apple estão na cola da liderança.