COP26: Brasil diz que vai cortar emissão de gases poluentes em 50% até 2030

1 min de leitura
Imagem de: COP26: Brasil diz que vai cortar emissão de gases poluentes em 50% até 2030
Imagem: Wilson Dias/Agência Brasil
Avatar do autor

O Brasil estipulou uma nova meta de redução de gases do efeito estufa durante a participação do país na atual edição da Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas (COP26). A informação é da Agência Brasil.

Durante a abertura do cerimonial, o ministro do Meio Ambiente, Joaquim Leite, comentou algumas ações recentes e afirmou que a nova meta climática do país é cortar para 50% as emissões até o ano de 2030.

Além disso, até 2050, o Brasil deve atingir o ponto da neutralidade de carbono — um cálculo que leva em conta tanto as emissões quanto a retirada de CO2 da atmosfera, algo que acontece por meio de alternativas limpas de energia e produção de materiais sustentáveis, entre outras práticas.

Plano mais ousado

A meta anterior do governo brasileiro era de 43% nos próximos nove anos. Segundo Leite, a ideia é buscar uma "economia verde" no país, a partir de projetos de conservação de áreas verdes, uso de recursos naturais e a contribuição dos estados, em especial aqueles mais populosos e poluentes.

Além do ministro e do vice-presidente, Hamilton Mourão, o presidente Jair Bolsonaro participou do debate com um vídeo previamente gravado e exibido durante a conferência.

O vice-presidente do Brasil, Hamilton Mourão (direita), participou do painel junto ao ministro.O vice-presidente do Brasil, Hamilton Mourão (direita), participou do painel junto ao ministro.Fonte:  Marcelo Camargo/Agência Brasil 

O governo lançou como aquecimento para a COP26 o Programa Nacional de Crescimento Verde com planejamentos econômicos e sustentáveis para médio prazo. Anteriormente, entretanto, o país chegou a exigir pagamentos altos durante as negociações para o Acordo de Paris como contrapartida às reduções.

Mas o momento é preocupante: segundo cálculos de uma agência ligada à ONU, a emissão de gases que contribuem para o efeito estufa bateu recorde em 2020, apesar de uma queda no início do ano passado por causa da pandemia.

A COP26 acontece em Glasgow, na Escócia, até o dia 12.