Bezos oferece bilhões para a NASA por contrato de sonda lunar

1 min de leitura
Imagem de: Bezos oferece bilhões para a NASA por contrato de sonda lunar
Imagem: Unsplash/Reprodução
Avatar do autor

O homem mais rico do mundo e fundador da Blue Origin, Jeff Bezos, escreveu uma carta aberta para a NASA nesta segunda-feira (26) se comprometendo a cobrir o déficit orçamentário de curto prazo da agência espacial em troca de um segundo contrato de uma sonda lunar.

A Blue Origin está disposta a abrir mão de até US$ 2 bilhões em pagamentos que seriam recebidos até 2023, e ainda arcar com uma missão de demonstração, caso a NASA realize um contrato para a construção de um Sistema de Pouso Humano na Lua, semelhante ao acordo fechado com a SpaceX.

Em abril, apesar de prever a contratação de duas empresas, a NASA decidiu realizar apenas um contrato para a sonda lunar por conta de limitações de orçamento. A SpaceX ofereceu o lance mais baixo, de US$ 2,9 bilhões, em comparação com U$ 6 bilhões do consórcio liderado pela Blue Origin e US$ 8,5 bilhões da Dynetics, o terceiro licitante.

Corrida de bilionários ao espaço

Bilionários disputam uma corrida espacial particular. (Fonte: Pixabay/Stefan Keller/Reprodução)Bilionários disputam uma corrida espacial particular. (Fonte: Pixabay/Stefan Keller/Reprodução)Fonte:  Pixabay/Stefan Keller/Reprodução 

Bezos, que recentemente deixou o cargo de CEO da Amazon, viajou ao espaço no início de julho com o primeiro voo tripulado do foguete New Shepard, um projeto de sua empresa Blue Origin. Ele e outros turistas espaciais flutuaram na microgravidade por alguns minutos antes de sua cápsula retornar e pousar após 10 minutos e 10 segundos.

Até agora, Bezos e o colega bilionário Richard Branson são os dois únicos grandes empreendedores no mercado de lançar turistas ao espaço. A Virgin Galactic de Branson que realizou recentemente o primeiro voo de turismo espacial com tripulação, vendeu as passagens por um valor de, pelo menos, US$ 200 mil.

Já Elon Musk, da SpaceX, está mais concentrado nos planos de colonização de Marte com mais de um milhão de pessoas até 2024. A companhia foi a primeira empresa privada a lançar uma missão tripulada da NASA e domina a maior parte dos lançamentos ao espaço em 2021.

News de tecnologia e negócios Deixe seu melhor e-mail e welcome to the jungle.