Perseverance se prepara para coletar rochas em Marte

1 min de leitura
Imagem de: Perseverance se prepara para coletar rochas em Marte
Imagem: NASA/Divulgação
Avatar do autor

O rover Perseverance está quase pronto para iniciar a primeira coleta de amostras de rochas de Marte que serão transportadas para a Terra. Em nota divulgada nesta quarta-feira (21), a NASA confirmou que o trabalho começa nas próximas duas semanas.

A coleta do material acontecerá ao sul da cratera Jezero, onde a missão pousou no Planeta Vermelho em fevereiro — os cientistas acreditam que lá possam estar as pedras mais antigas da região. O experimento começa com uma pesquisa de imagens feita pela equipe, que determinará a localização exata da primeira coleta.

Em seguida, os instrumentos científicos do braço robótico do rover entram em ação, fazendo a análise da composição das rochas. Ele fará um buraco na unidade escolhida, soprará a poeira com ar comprimido e dará uma olhada mais profunda no material, realizando uma análise geológica sem precedentes nas missões espaciais.

Locais que serão explorados pelo rover em busca de amostras.Locais que serão explorados pelo rover em busca de amostras.Fonte:  Mashable/Reprodução 

O passo seguinte é coletar uma amostra da mesma rocha em outra área. Depois, ela será lacrada e armazenada no laboratório de seis rodas, onde ficará até a definição de um local para depósito na superfície marciana. Uma missão de resgate deve ser lançada até 2026, com retorno previsto para 2030, quando a análise do material será feita na Terra.

Visitando outras regiões

A procura por sinais de vida antiga em Marte incluirá outras áreas ao redor do local de pouso da missão. Conforme a agência espacial americana, as regiões conhecidas como "Raised Ridges" a oeste, avistada durante voo do helicóptero Ingenuity, e "Three Forks" ao norte, também serão visitadas pelo Perseverance.

O trabalho de coleta de cada amostra deve durar cerca de 11 dias, pois depende do envio de comandos que precisam percorrer centenas de milhões de quilômetros até chegar ao rover. A título de comparação, o astronauta Neil Armstrong gastou três minutos e 35 segundos para coletar a primeira amostra da Lua, em 1969.