Vacina da Pfizer começa a ser distribuída pelo Ministério da Saúde

1 min de leitura
Imagem de: Vacina da Pfizer começa a ser distribuída pelo Ministério da Saúde
Imagem: Ministério da Saúde/Divulgação
Avatar do autor

O Ministério da Saúde começou a distribuir, nesta segunda-feira (3), as doses do primeiro lote da vacina da Pfizer contra covid-19 que chegaram ao Brasil na quinta-feira (29). O contrato entre o governo federal e a farmacêutica prevê a entrega de 100 milhões de unidades até o final do ano.

Conforme o órgão, serão disponibilizadas 499.590 vacinas para a aplicação da primeira dose neste momento. A recomendação é que elas sejam destinadas às pessoas com comorbidades, pessoas com deficiência permanente, gestantes e puérperas, mas as autoridades locais têm autonomia para seguir seu próprio cronograma.

A pasta também recomendou que o intervalo entre a aplicação da primeira e da segunda doses seja de três meses (12 semanas), baseada no estudo feito por uma entidade britânica. Este maior espaçamento permite imunizar mais pessoas, oferecendo uma resposta rápida frente ao avanço da pandemia, segundo o Ministério.

A vacina da Pfizer é aplicada em duas doses, como as demais em uso no Brasil atualmente.A vacina da Pfizer é aplicada em duas doses, como as demais em uso no Brasil atualmente.Fonte:  Unsplash 

No entanto, a sugestão difere daquela dada pela Organização Mundial da Saúde (OMS) em janeiro, que orientou administrar a segunda dose da vacina da Pfizer/BioNTech em até 42 dias (seis semanas). Já a bula do produto indica um intervalo igual ou superior a 21 dias.

Capitais terão prioridade

Devido às exigências de armazenamento e do curto espaço de tempo para a aplicação do produto, o Ministério da Saúde determinou a distribuição do primeiro lote exclusivamente para as capitais.

Estas vacinas contra o novo coronavírus devem ser armazenadas em temperatura entre -25?°C e -15?°C por no máximo 14 dias. Já nas salas de vacinação, os imunizantes podem ser mantidos em caixas de 2?°C a 8?°C, mas a aplicação precisa acontecer em até cinco dias.

O estado de São Paulo receberá a maior quantidade, com 135.720 doses. Em seguida, aparecem Minas Gerais (50.310), Rio de Janeiro (46.800), Paraná e Rio Grande do Sul (32.760 doses para cada).

Vacina da Pfizer começa a ser distribuída pelo Ministério da Saúde