Principais eventos do calendário astronômico de abril

3 min de leitura
Imagem de: Principais eventos do calendário astronômico de abril
Imagem: Unsplash
Avatar do autor

Gosta de observar a Lua e os planetas, além de acompanhar os principais lançamentos de missões espaciais? Então, você terá um mês de abril bastante movimentado e cheio de eventos imperdíveis.

Um dos destaques para os observadores do céu noturno é a chuva de meteoros Líridas, que acontece no quarto mês do ano, quando a poeira do cometa Thatcher entra na atmosfera terrestre. Tem ainda conjunções da Lua com Júpiter, Marte e Saturno e a bela Superlua Rosa.

Já quanto à exploração espacial, o maior destaque é o aguardado voo do helicóptero Ingenuity em Marte, quando o pequeno dispositivo se tornará a primeira aeronave a realizar um voo controlado em outro planeta.

Eventos astronômicos de abril

Prepare binóculos e telescópios, além do celular e do notebook para acompanhar as missões espaciais, e fique de olho nos principais eventos do calendário astronômico de abril.

6 de abril: Conjunção Lua e Saturno

O satélite natural e o gigante gasoso estarão bem próximos, ficando visíveis no início da madrugada, com a Lua aparecendo a leste no horizonte e o planeta à esquerda.

7 de abril: Conjunção Lua e Júpiter, lançamento dos satélites Starlink

No dia seguinte, é a vez de Júpiter se aproximar, aparecendo acima da Lua, na porção leste do céu, logo após as 2h.

Também no dia 7, a SpaceX lança mais 60 satélites Starlink, a bordo do foguete Falcon 9, em Cabo Canaveral (EUA), às 13h34.

8 de abril: Voo do Ingenuity em Marte

O drone da NASA deve realizar a primeira tentativa de voo no Planeta Vermelho nesta data, subindo a 3 metros de altura e pairando no ar por alguns segundos.

O Ingenuity vai ligar os motores em Marte.O Ingenuity vai ligar os motores em Marte.Fonte:  NASA/Divulgação 

9 de abril: Lançamento da nave Soyuz MS-18

A espaçonave russa partirá do Cosmódromo de Baikonur, no Cazaquistão, às 4h42, levando três tripulantes até a Estação Espacial Internacional (ISS).

16 de abril: Retorno de astronautas da ISS

A astronauta Kate Rubins e mais dois cosmonautas russos retornam do laboratório orbital a bordo da nave Soyuz MS-17, devendo pousar no Cazaquistão um dia depois.

17 de abril: Conjunção Lua e Marte

Depois do pôr do Sol, a oeste, será possível ver a aproximação entre a Lua e Marte. Os apaixonados por astronomia visualizarão o fenômeno até as 21h45.

Conjunção entre a Lua e Marte em novembro passado.Conjunção entre a Lua e Marte em novembro passado.Fonte:  Space.com/Reprodução 

19 de abril: Lançamento do foguete Arianespace Vega VV18

Partindo da Guiana Francesa às 22h50, o Vega VV18 levará diversas cargas à órbita terrestre, incluindo o satélite de observação da Terra Pléiades Neo 1, desenvolvido pela Airbus.

21 e 22 de abril: Chuva de meteoros Líridas

Nestas duas datas, ocorre o pico da chuva de meteoros Líridas, com os fragmentos do cometa Thatcher surgindo no céu na região da constelação da Lira. O melhor horário para observar as estrelas cadentes é a partir da 1h, em direção ao norte.

Vale lembrar que o céu precisa estar limpo para visualizar o fenômeno. Outro detalhe é que apps como Stellarium e Star Chart ajudam a localizar estes e mais corpos celestes.

Chuvas de meteoros costumam ser belos espetáculos.Chuvas de meteoros costumam ser belos espetáculos.Fonte:  Pixabay 

22 de abril: Lançamento da missão Crew-2

A próxima missão da NASA em parceria com a SpaceX decola do Centro Espacial Kennedy, na Flórida (EUA), às 7h11. Na Crew-2 estarão quatro astronautas, incluindo um membro da Agência de Exploração Aeroespacial do Japão (JAXA), que serão lançados à ISS.

25 de abril: Lançamento da missão OneWeb 6

Mais 36 satélites de internet da OneWeb se juntarão aos demais em órbita, sendo lançados do Cosmódromo Vostochny, na Sibéria, às 23h47, por um foguete Soyuz.

A Lua Rosa promete belas fotos.A Lua Rosa promete belas fotos.Fonte:  Unsplash 

26 de abril: Superlua Rosa e lançamento da missão NROL-82

A primeira superlua de 2021 surgirá na mesma época em que desabrocha uma flor típica do início da primavera nos EUA. Daí vem o nome dado pelos nativos, “Full Pink Moon” ou Superlua Rosa em tradução livre, em homenagem à flor.

No mesmo dia, será lançada a missão NROL-82 na Califórnia, pelo foguete Delta IV Heavy da United Launch Alliance (ULA), levando um satélite espião do governo americano.

29 de abril: Lançamento do módulo Tianhe 1

Terminando o mês, teremos o lançamento do Tianhe 1, módulo central da nova estação espacial chinesa, que decolará do Centro de Lançamento Espacial de Wenchang, na China, impulsionado pelo foguete Long March 5B.