Sabe aquela missão secreta que a SpaceX foi contratada para conduzir? Chamado pelo codinome Zuma, o lançamento de uma carga misteriosa foi adiado por vários meses até finalmente acontecer no começo desta semana. O problema é que, segundo alguns rumores recentes, ela na verdade deu bem errado.

De acordo com fontes anônimas consultadas pelos sites Bloomberg e Techcrunch, o pacote Zuma teria sido perdido durante uma das fases finais de separação do foguete de lançamento, o Falcon 9. Como resultado, a carga milionária pegou fogo e teria caído no mar.

A Bloomberg até consultou a instituição de monitoramento US Strategic Command, que verifica o posicionamento dos mais de 23 mil satélites artificiais lançados no espaço. Como resposta, o órgão afirmou que "não está detectando" nenhum novo satélite em órbita até então.

O que as empresas falam?

O Zuma seria um satélite espião dos Estados Unidos sob o controle da Northrop Grumman. A companhia e a SpaceX se recusaram a comentar o assunto por não tratarem de questões relacionadas a missões sigilosas. A empresa de transporte espacial apenas afirmou que ainda vai revisar todos os dados da missão, mas que "o Falcon 9 teria desempenhado normalmente" durante o voo e até pousou normalmente para ser reaproveitado.

Caso as informaçoes estejam certas, isso significa que o problema foi justamente no equipamento de satélite, não com o foguete da companhia de Elon Musk.