A empresa de transporte e exploração espacial SpaceX, comandada por Elon Musk, vai realizar uma nova missão ainda nesta semana. A companhia vai enviar para a órbita terrestre um pacote secreto que pertence ao governo dos Estados Unidos.

A carga é chamada pelo codinome "Zuma" e tem o conteúdo secreto. Isso porque ela é um contrato feito pela companhia de defesa e assuntos espaciais Northrop Grumman em missão pelo governo. O pacote vai para a órbita terrestre baixa (LEO, na sigla original), que inclui a Estação Espacial Internacional. Porém, destino e conteúdo de "Zuma" devem mesmo ser mantidos em segredo.

O lançamento estava previsto para esta quarta-feira (15), mas foi adiado para o dia seguinte por questões de segurança. Segundo dados iniciais da missão, ela foi colocada em regime de urgência pela SpaceX e precisa acontecer sem falta até o dia 30 de novembro — novamente, sem qualquer informação sobre o motivo.

O procedimento da Falcon 9 será o mesmo repetido por outras 16 vezes só em 2017. A ideia é reaproveitar o foguete novamente, o que significa realizar também uma aterrisagem vertical perfeita da primeira unidade.

Momento bizarro

Quer dar algumas risadas enquanto espera por mais um lançamento da SpaceX? Teóricos da conspiração já estão em polvorosa ao descobrirem a existência de uma missão secreta da empresa e já citam um motivo para isso: a carga seria uma sonda para estudar o movimento do suposto planeta Nibiru, aquele corpo celeste que se chocaria de forma surpreendente com a Terra em breve — e que assustou até um senador brasileiro.

Cupons de desconto TecMundo: