A CES 2012 chegou ao fim, mas os produtos que estiveram expostos nos mais variados estandes durante a última semana estão apenas começando o seu ciclo de vida. Infelizmente, nem todos terão um futuro promissor. Alguns provavelmente jamais ganharão o mercado, enquanto outros são aguardados com ansiedade pelos consumidores.

O Tecmundo preparou uma seleção com alguns dos produtos que mais deram o que falar durante a feira, além dos momentos surpreendentes, capazes de deixar todos os espectadores constrangidos.

Project Fiona

(Fonte da imagem: Baixaki / Tecmundo)

Um tablet com potencial para rodar os principais jogos de PC existentes no mercado. Quando a Razer anunciou a novidade, de imediato a curiosidade foi geral. Inegavelmente, a proposta é tentadora. Entretanto, na prática, pode ser que a coisa não funcione muito bem.

A equipe do Tecmundo testou o aparelho, que conta com dois joysticks nas laterais. Pesado para carregar, desajeitado para jogar e com um touchscreen ainda ineficiente, a Razer terá que trabalhar duro para colocar o seu produto no mercado em condições de brigar com portáteis cada vez mais poderosos.

TV com resolução de 8K

(Fonte da imagem: Dvice)

Enquanto boa parte das empresas trazia como novidades aparelhos de TV com resolução de 4K, qualidade de imagem quatro vezes superior às atuais Full HD, a Sharp surpreendeu ao anunciar um aparelho com resolução de 8K. A definição é simplesmente 16 vezes maior do que a resolução HD.

A imagem com a impressionante resolução de 7680x4320 também foi conferida de perto pela nossa equipe. Mesmo próximo da tela, é quase impossível notar algum tipo de pixelização. Contudo, a qualidade de imagem ainda é inferior à das telas OLED.

Smart Windows: a janela da Samsung

(Fonte da imagem: Baixaki / Tecmundo)

No futuro, sua janela também será um equipamento eletrônico da marca Samsung. O mais novo produto da empresa sul-coreana é uma tela que, além de permitir que você visualize a paisagem, exibe uma série de informações em forma de widgets.

Se a vista lá fora não é das mais agradáveis, o produto disponibiliza uma persiana virtual, uma espécie de papel de parede que simula outros ambientes ou ainda transforma a sua janela em uma televisão.

Huawei apresenta o celular mais fino do mundo

(Fonte da imagem: The Verge)

É possível os celulares ficarem ainda mais finos? A chinesa Huawei demonstrou na CES 2012 que sim. O novo Ascend P1 S tem apenas 6,68 milímetros de espessura, 0,02 milímetros a menos do que o Arrows, da Fujitsu.

As configurações do aparelho também impõem respeito: processador dual-core 1,5 GHz, 1 GB de RAM e processador gráfico SGX540, o mesmo utilizado no Samsung Galaxy Nexus. Android 4.0 e tela Super AMOLED completam o smartphone.

Intel é pega forjando apresentação do DirectX 11