Parceria entre Apple e Foxconn promete melhorar condições dos trabalhadores nas fábricas chinesas. (Fonte da imagem: Reprodução/Wikimedia Commons)

Não é segredo para quase ninguém que a Apple, assim como diversas outras grandes empresas, se beneficia das precárias condições de trabalhos de diversos países orientais. Funcionários mal pagos e ambientes de trabalho degradantes são apenas alguns dos percalços existentes no caminho entre a fabricação de um iPhone e a sua venda para um cliente final.

Contudo, um pequeno sinal de melhoria desse panorama parece estar sendo dado. Conforme publicou a Reuters, a Apple e a Foxconn, principal parceira da empresa estadunidense na fabricação de seus produtos, vão dividir os custos iniciais da melhoria das condições de trabalho em suas plantas na China.

Quem informa é Terry Gou, executivo da Foxconn, que não declarou nenhum valor — nem o quanto a mais será pago aos seus funcionários, nem quanto as empresas vão desembolsar para aumentar os salários. Na teoria, a ideia é investir pesado para retirar de que ambas as companhias se aproveitam da frouxa legislação trabalhista existente na China.

Fonte: Reuters

Cupons de desconto TecMundo: