No final do mês passado, a Amazon deixou a Google para trás na disputa pela compra do Twitch e desembolsou quase US$ 1 bilhão pelo serviço de streaming amplamente utilizado para a realização de gameplays ao vivo.

A aquisição pode parecer um pouco desconexa e até cara demais para uma empresa que é mundialmente conhecida por comercializar livros, leitores digitais (linha Kindle) e tablets (série Fire). Contudo, a verdade é que a Amazon tem investido há muitos anos no segmento de jogos. Descubra agora como a companhia está silenciosamente tentando construir um império dos games.

2008

22 de outubro: primeiros passos

A história da Amazon com o mundo dos jogos começou em 2008, mais especificamente no dia 22 de outubro. Nessa data, a empresa anunciou oficialmente a compra da Reflexive Entertainment, um pequeno estúdio que era focado no desenvolvimento de jogos online casuais. Porém, essa empresa também tinha uma espécie de portal dentro do seu site no qual vendia títulos para PC. Em fevereiro do ano seguinte, a companhia norte-americana lançou um serviço semelhante.

2011

22 de março: entrando no mercado mobile

Após adquirir experiência e lucro vendendo jogos para computadores em sua página, a Amazon resolveu dar um novo passo e invadir o mercado mobile. Em 22 de março de 2011, a marca inaugurou a Appstore, uma loja de aplicativos e games destinada ao Android.

Para tornar esse serviço mais atrativo, a companhia instituiu o “App gratuito do dia” (oferecendo gratuitamente um software pago durante 24 horas) e disponibilizou um mecanismo com o qual os consumidores são capazes de testar os jogos antes de comprá-los. Isso é viável graças a um emulador em Flash, o qual roda diretamente no navegador. Ambos os serviços continuam ativos até hoje.

2012

6 de agosto: seu próprio estúdio de games

Não contente em apenas comercializar jogos, a Amazon entendeu que estava na hora de começar então a criar conteúdo de entretenimento virtual. Foi no dia 6 de agosto de 2012 que a norte-americana anunciou a Amazon Game Studios, seu próprio estúdio de desenvolvimento de games, com foco especial em títulos sociais. Nessa mesma oportunidade, foi revelada a primeira produção da nova divisão: Living Classics, um jogo para Facebook.

1 de novembro: acertando os ponteiros

É verdade que Living Classics não foi um grande sucesso. Mas não demorou muito para que a Amazon Game Studios acertasse a mão. Em novembro do mesmo ano, o estúdio lançou o Air Patriots, seu primeiro título específico para plataformas móveis, incluindo iOS e Android. O game do estilo tower defense soma milhões de downloads entre Amazon Appstore e Google Play.

2014

5 de fevereiro: mão de obra especializada

Depois de um tempo dentro desse mercado, a Amazon pareceu ter percebido que produzir grandes jogos — do tipo blockbuster — exigiria mão de obra especializada e que já possuísse um conhecimento aprofundado no segmento. Isso ficou claro com a compra da Double Helix, responsável pelo desenvolvimento de títulos de peso, sendo o mais imponentes deles Killer Instinct para Xbox One.

2 de abril: foco na interatividade e contratações relevantes

O dia 2 de abril de 2014 foi mais uma data representativa para a Amazon nessa construção de um império dos jogos. Em evento fechado, a empresa revelou ao mundo a Fire TV. Mais do que uma televisão, ela pode funcionar como um servidor de streaming de games.

Basta segurar o controle e escolher um dos títulos disponíveis pelos servidores da companhia para começar a diversão. Em seu lançamento, a Fire TV contava com 96 jogos, incluindo Asphalt 8, Dead Trigger 2 e Sev Zero.

Além disso, a norte-americana anunciou duas relevantes contratações para seu quadro de funcionários: Kim Swift e Clint Hocking, designers de jogos bem reputados dentro da área por seus ótimos trabalhos nas franquias Portal e Far Cry, respectivamente.

1 de agosto: o retorno da febre

Se você possui um smartphone, é bem possível que tenha jogado ou, pelo menos, visto alguém jogar Flappy Bird. O game virou uma verdadeira febre e de maneira inesperada foi tirado das lojas virtuais pelo próprio desenvolvedor. No dia 1º de agosto, o título ressurgiu como “Flappy Bird Family”, oferecendo como diferencial um modo multiplayer. A surpresa foi que ele é exclusivo para a Fire TV.

25 de agosto: sem economia de investimentos

A notícia mais recente de iniciativas da Amazon no mundo dos games é aquela com que abrimos este artigo. Se você está se perguntando o porquê de a companhia ter gasto US$ 1 bilhão na compra do Twitch, esta publicação elenca dez fatos que fazem desse serviço de streaming um gigante da internet, embora nem todos se deem conta disso.

Por exemplo, o Twitch concentra 43,6% das transmissões ao vivo de vídeo nos EUA e 8% do pico de tráfego da web, sendo o quarto colocado no ranking geral desse parâmetro. O serviço acumula mais de 55 milhões de usuários cadastrados, os quais gastam em média 106 minutos diários — e 58% desse público chegam a passar 20 horas semanais no site. Toda essa gente gera mais de 8 bilhões de page views por mês e pode fazer com que os canais monetizem até US$ 100 mil por transmissão.

Cupons de desconto TecMundo: