A Amazon anunciou nessa segunda-feira (25) a compra do Twitch por quase US$ 1 bilhão. Mas, afinal, por que este serviço de streaming tem ganhado tamanha notoriedade em meio às demais plataformas dedicadas à transmissão de conteúdo ao vivo via internet? Fato é que gigantes como Google e Netflix têm tido suas posições “ameaçadas” pelo Twitch.

Para que a justificativa à popularidade do serviço de streaming seja entendida, ao menos três fenômenos devem ser levados em conta. E tudo começa com esta pergunta: por que as pessoas gostam de assistir a gameplays? Saiba quais são as respostas sugeridas à complexa questão e fique por dentro de 10 fatos acerca do serviço recentemente adquirido pela Amazon.

Análises de antemão

O anúncio de jogos deixa a comunidade gamer ansiosa. Naturalmente, o lançamento de títulos faz com que sites especializados em analisar este setor de entretenimento tenham como concorrentes não apenas outros portais; nestes casos, o relógio acaba se consolidando também como uma variante de grande peso a produtores de análises de games.

O Twitch, desta forma, acaba por suprir parte da necessidade que angustia jogadores mais afobados: é possível acompanhar um canal específico e apreciar a jogatina em tempo real logo após o lançamento de uma IP. Análises publicadas por sites como o Baixaki Jogos, por exemplo, são realizadas de modo cauteloso; diversos pontos são levados em conta por quem tem a oportunidade de colocar as mãos sobre um jogo recém-lançado.

Este trabalho, por exigir a captação de imagens, vídeos e escrita de texto, consome mais tempo de produção – dias ou até semanas podem fazer com que uma boa análise seja publicada por sites dedicados à avaliação de jogos. Por meio do Twitch, as primeiras impressões acerca de um game podem ser absorvidas por espectadores mundo afora.

Culto a personalidades

O jogador profissional Stephen “Destiny” Bonnel, popularizado por suas transmissões de StarCraft II, resume em uma provocação o motivo que leva grande parte dos internautas a acompanhar jogatinas via Twitch. “Isso acontece não somente por causa do game jogado. As pessoas estão interessadas em ver como uma personalidade está jogando. É como se o ator Denzel Washington começasse a jogar Halo 3. Você pode não conhecer Halo 3, mas vai querer assistir ao jogo, pois é Denzel Washington quem está por trás do controle”.

Comunidades formadas por público infantil também constituem parte deste “segundo motivo” ao acompanhamento de gameplays online; pré-adolescentes que não têm condições de comprar um jogo acessam serviços como Twitch para acompanhar a progressão de personalidades ou até mesmo de amigos no correr de uma jogatina.

O show dos profissionais

Outra das razões que garantem o sucesso de serviços de streaming de gameplays é justamente a existência da própria comunidade gamer. Jogadores profissionais costumam fazer transmissões de suas partidas pela rede; aspirantes ou até mesmo gamers hardcore acompanham sem grandes pudores os truques usados por figurões do mundo dos jogos.

A fabulosa indústria do entretenimento eletrônico mostra-se cada vez mais vantajosa. Identificados alguns dos motivos que levam o serviço de streaming Twitch a angariar seu notável público, que tal então ficar por dentro de 10 fatos curiosos acerca desta plataforma? Conheça a seguir alguns dos dados registrados a partir de análise feita às custas de internautas estadunidenses:

1 – Mais de 43% do tráfego ao vivo flui via Twitch

Nos EUA, 43,6% das transmissões ao vivo de vídeo são feitas por meio do Twitch. Logo atrás da popular plataforma, ficam os serviços WWE (17,7%) e UStream (10,9%).

2 – Twitch ocupa a 4ª colocação no setor de tráfego total

De acordo com o The Wall Street Journal, o Twitch possui 1,8% do pico de tráfego de internet – a popular plataforma Hulu fica logo atrás, com 1,7%. Lideram o ranking neste setor os serviços online oferecidos, respectivamente, por Netflix, Apple e Google.

3 – Jogadores podem ganhar até US$ 100 mil

O consagrado jogador Jeffrey Shih revelou à Forbes que suas melhores transmissões de streaming podem gerar até US$ 100 mil. Fazer com que internautas assistam à jogatina é, assim, também um negócio lucrativo.

4 – Mais de 8 milhões de usuários em seu primeiro mês

O Twitch acumulou mais de 8 milhões de usuários únicos em seu primeiro mês de existência...

5 – Ultrapassada a marca de 55 milhões de usuários

Desde sua introdução em 2011 como um spin-off da plataforma de streaming Justin.tv, o serviço detido pela Amazon conta atualmente com mais de 55 milhões de usuários.

6 – Mais de 8 bilhões de page views em  um mês

Segundo o Quantcast, entre o período de 26 de julho e 22 de agosto deste ano, mais de 8 bilhões de visualizações de páginas e 45,6 milhões de visitantes únicos foram computados pelo Twitch.

7 – 58% da audiência gastam 20 horas semanais no Twitch

58% dos usuários do Twitch gastam 20 horas por semana assistindo a vídeos postados junto ao site; cada internauta dessa fatia de espectadores gasta cerca de 3 horas diárias junto ao serviço.

8 – Cerca de 12 bilhões de minutos de conteúdo mensal

Em média, 12 bilhões de minutos de conteúdo foram assistidos mensalmente via Twitch, conforme informa a própria companhia.

9 – Usuários assistem a 106 minutos diários

Em 2012, 106 minutos foram assistidos diariamente pelos usuários da plataforma Twitch. Cerca de uma hora e 45 minutos de conteúdo foi consumida, em média, pelos visitantes online. No mesmo ano, 900 mil transmissores únicos nutriram os canais do serviço.

10 – Twitch como concorrente de sites de notícias

76% dos usuários do Twitch têm entre 18 e 49 anos de idade. Apenas um terço desta fatia de espectadores recorre a “meios tradicionais” de publicação de conteúdo sobre jogos – muitos deles, ainda, não possuem assinatura junto a TVs a cabos tradicionais. De acordo com o Twitch, 68% de seus usuários deixaram a televisão de lado para dedicar seu tempo de entretenimento à plataforma de streaming de jogos.

Cupons de desconto TecMundo: