(Fonte da imagem: Tecmundo)

A Amazon confirmou ter adquirido a desenvolvedora de jogos Double Helix como parte de seu “compromisso contínuo de construir games inovadores para os consumidores”. Com base na cidade de Irvine, no estado norte-americano de Califórnia, o estúdio tem como seu produto mais famoso o título de lançamento do Xbox One, Killer Instinct.

A compra foi exposta após o envio de um convite por parte de ambas as empresas para um evento de recrutamento conjunto que deve acontecer em Los Angeles no dia 13 de fevereiro. Acredita-se que a intenção era anunciar a junção das companhias na mesma ocasião. Ao que tudo indica, o acordo não foi apenas uma aquisição de propriedade intelectual, mas também de pessoal.

Essa não é a primeira vez que a Amazon adquire um estúdio de desenvolvimento de jogos, já que a empresa comprou a criadora de jogos casuais Reflexive Entertainment em 2008. No entanto, a atitude se configura como a ação mais recente de uma série de movimentos curiosos que a companhia tem feito na área dos games nos últimos tempos.

Um novo desafiante entrou no ringue

(Fonte da imagem: Reprodução/Arkade)

Alega-se que a Amazon vem se aproximando de desenvolvedores de jogos nos últimos meses e o próprio setor de criação, o Amazon Game Studios, vem recrutando pessoal em grandes números. O conjunto de ações reforça os boatos de que a empresa estaria planejando lançar seu próprio sistema de entretenimento baseado em TV ainda este ano, seja ele um console que rivalize com os da Sony, Microsoft e Nintendo, seja ele um set-top box.

Segundo informações publicadas recentemente pelo VG24/7, a Amazon estaria planejando lançar um dispositivo movido a Android que seria “dedicado a jogos e entretenimento”. O aparelho deve ser lançado ainda este ano e seu preço é estimado em menos de US$ 300 (equivalente a cerca de R$ 720).

Os boatos não são completamente novos, já que se dizia que a empresa planejava lançar um console baseado em um processador da Qualcomm ainda no ano passado, mas sua estreia teria sido empurrada para 2014 por motivos desconhecidos. Até o momento, a Amazon se recusou a comentar sobre essas especulações.

Fracassos, sucessos e possibilidades

(Fonte da imagem: Reprodução/Pocket Gamer)

O Amazon Game Studio esteve relativamente quieto desde a criação de seu braço de desenvolvimento de jogos sociais em 2012. A equipe lançou seu primeiro game, Living Classics, mas o fracasso fez com que o serviço do título fosse oficialmente encerrado em outubro do ano passado. Hoje, a companhia possui outras marcas de pouco destaque disponíveis, mas a aquisição da Double Helix deve trazer mais talentos e IPs ao seu catálogo.

A empresa responsável por Killer Instinct possui um histórico de lançamentos de jogos populares nos últimos 20 anos, considerando-se o trabalho realizado pela Shiny e por The Collective antes que ambas se fundissem para virar a Double Helix. As companhias criaram games famosos, como “Earthworm Jim”, “Sacrifice, MKD”, “Enter the Matrix”, “Indiana Jones and the Emperor’s Tomb” e “Star Wars Episode III: Revenge of the Sith”, entre outros.

Após sua união, a Double Helix também deu origem a títulos famosos para PCs e consoles, incluindo “G.I. Joe: The Rise of Cobra”, “Green Lantern: Rise of the Manhunters” e “Silent Hill: Homecoming”. Dessa forma, a desenvolvedora se tornou especialista em jogos de ação em grande escala baseados em franquias de sucesso. A Amazon afirma que a linha atual e as futuras criações do estúdio receberão apoio, então os fãs podem ficar tranquilos.

Cupons de desconto TecMundo: