(Fonte da imagem: Divulgação/Amazon)

Mesmo que a Amazon exporte o Kindle para todo o mundo, o preço do e-reader não é nada atrativo para o povo brasileiro, saindo por volta de R$ 440,00 em sua versão mais simples. Mas pelo visto, a gigante não está nada feliz e quer mudar isso o quanto antes.

Isso porque, segundo o site publishnews, a Amazon tem como objetivo trazer o aparelho por R$ 199,00, quando tiver sua loja virtual no país. E os preços podem baixar ainda mais, chegando a R$ 149,00, dependendo de certas negociações que a empresa está fazendo.

Pedras no caminho

Antes que você comece a economizar para comprar seu leitor, é melhor ter calma, já que ainda existem alguns problemas que devem ser resolvidos antes que os planos da empresa se tornem realidade. O principal deles, que vai definir o preço final do aparelho, é o método de distribuição do dispositivo, que pode encarecer muito os custos e tornar o valor inviável.

A negociação com as editoras brasileiras é outro dos motivos para o “atraso”, mas deve se resolver em breve. Espera-se que os primeiros acordos para a distribuição de e-books pelo Kindle cheguem entre os meses de março e abril deste ano, para então trazer o leitor com conteúdo exclusivo para os brasileiros entre junho e julho.

Se tudo der certo, o Kindle vai se tornar o e-reader com melhor preço no mercado: em comparação aos aparelhos da Sony ou até mesmo o Positivo Alfa, ele custará de duas a quatro vezes menos que qualquer outro.

Agora, fica a pergunta: será que, com o Kindle em um preço muito mais acessível, os e-readers finalmente tomarão um espaço no mercado brasileiro ou eles não terão chance alguma contra os livros físicos?

Cupons de desconto TecMundo: