Tirar fotos se tornou algo bastante corriqueiro para qualquer um que possui um celular razoável à tiracolo. Com mecanismos internos cada vez mais poderosos, não demorou para que os smartphones tomassem o lugar das câmeras digitais. Os dispositivos mobile, porém, ainda possuem algumas restrições por conta de suas dimensões reduzidas. Felizmente, para quem aposta nos produtos da Apple, um conjunto de lentes apresentado na CES 2016 promete tornar os iPhones ainda mais versáteis na hora de fazer seus cliques.

Fruto de uma parceria entre a Fellowes e a alemã Zeiss, a ExoLens é um kit composto de três diferentes adereços para a câmera dos telefones da empresa da Maçã. Para compensar a falta de recursos como zoom ótico e diferentes aberturas focais, o combo revelado na feira de eletrônicos oferece uma lente grande-angular, uma que amplifica a capacidade das macros e uma última capaz de aproximar o assunto ou objeto fotografado. Cada um desses periféricos é acoplado a uma estrutura de alumínio, que é encaixada diretamente no celular.

Voltada principalmente para os modelos mais recentes da Apple, a base é compatível atualmente com o iPhone 6 e iPhone 6s – além de suas respectivas versões Plus, claro – e potencializa ainda mais o poderoso conjunto de sensor e lentes desses aparelhos. Apesar de tudo, a brincadeira tem as suas desvantagens, já que, para funcionar corretamente, é exigido que o smartphone esteja sem capa de proteção. Além disso, o tamanho das lentes chama atenção e faz com que não seja fácil guardar tudo no bolso.

Ainda assim, de acordo com testes feitos na CES pelo site The Verge, mesmo com um ângulo maior de cobertura ao usar um dos modelos do produto, não houve qualquer tipo de distorção na imagem final, indicando a alta qualidade do material empregado pelas empresas – mesmo se tratando de um protótipo. Segundo a Fellowes, a expectativa é de que os produtos estejam disponíveis no segundo trimestre deste ano em duas versões distintas, mas que podem acabar se complementando.

O primeiro kit deve trazer aos consumidores a estrutura básica, a lente macro, a grande-angular e um case para carregar esse conteúdo e deve custar US$ 299 (R$ 1,2 mil). O pacote adicional vai consistir apenas em lente zoom – de 90 mm –, que deve agradar aos entusiastas das fotografias mobile com o valor estimado de US$ 199 (R$ 806). Como esses itens devem chegar a terras brasileiras apenas com importação e uma bela taxa adicional no preço, a briga fica feia entre esses conjuntos e uma DSLR novinha. Qual é a sua escolha?

Quantas fotos você costuma tirar por dia no celular? Comente no Fórum do TecMundo!