Chefe de design da Google e um dos responsáveis pela interface atual do Android, Matías Duarte fez algumas críticas e observações a respeito do visual do software do iPhone durante uma entrevista para o site Wired.

De acordo com ele, algumas inovações feitas há alguns anos foram realmente muito boas, mas precisam de substitutos — e é aqui que mora a culpa da Apple. Para Duarte, o primeiro iPhone foi um "momento cristalizador" no design do software para smartphone. Em outras palavras, o produto apresentado por Steve Jobs era tão bom que apresentou um padrão para toda a indústria, que se acomodou com isso e deixou de inovar.

O designer fala que o sucesso do iPhone foi "positivo de forma justa", mas "cristalizou muitas outras coisas que acabaram ficando naquele ponto, como as fileiras de ícones, que não escalam muito bem".

"Essa ideia de uma pequena grade que você manualmente personaliza começa a se tornar pesada e onerosa", explicou. Duarte não apresentou nenhuma ideia para renovar isso — o que faz sentido, já que, se ele estiver trabalhando em algo revolucionário para o Android, não entregaria o jogo de bandeja em uma entrevista.

iPad Pro e Surface Pro 4

As alfinetadas não pararam por aí. Duarte chamou os tablets iPad Pro, da Apple, e Surface Pro 4, da Microsoft, de "basicamente laptops". Segundo ele, os produtos não são necessariamente o desaparecimento do notebook, por exemplo, porque eles seriam "uma nova blusa com o mesmo nome".