Epic ofereceu US$ 200 milhões à Sony para ter jogos de PS em sua loja

2 min de leitura
Imagem de: Epic ofereceu US$ 200 milhões à Sony para ter jogos de PS em sua loja
Imagem: Imagem: Epic Games
Avatar do autor

Tudo bem que os jogos de PlayStation andam meio caros, mas 200 milhões de dólares (quase 1,1 bilhão, no câmbio atual) parece bastante grana para levar 4 a 6 games para casa, né? A Epic ofereceu essa quantia à Sony — mas não para jogar, é claro. A oferta era para oferecer alguns títulos exclusivos do PlayStation na Epic Games Store, para PC.

Não se sabe quais títulos seriam esses, nem se a Epic buscava um acordo de exclusividade com a Sony — evitando que os mesmos jogos também chegassem na Steam, por exemplo. O que sabemos é que essa grana toda fazia parte de um plano geral da Epic para incluir vários exclusivos de consoles em sua plataforma. Também haviam conversas com a Microsoft para trazer títulos do Xbox e negociações com a Nintendo.

Parte da treta judicial com a Apple

Essas descobertas surgiram depois que documentos confidenciais da Epic, com mais de 200 páginas, se tornaram públicos na justiça. Isso porque a empresa meteu aquele processinho na Apple, depois de polêmicas envolvendo seu principal produto, o Fortnite. Confira um print dos tais documentos que já não são mais confidenciais:

Imagem: IGN/ReproduçãoImagem: IGN/ReproduçãoFonte:  IGN/Reprodução 

Como você pode ver, os tópicos não dão muitos detalhes do que a Epic estava conversando com as gigantes dos consoles, mas explica um pouco das táticas da empresa. Com a Sony, por exemplo, a oferta havia sido "ampliada" para as tais 200 milhas e a Epic estava esperando um retorno dos japoneses.

Com a Microsoft, as conversas estavam em início e há uma anotação sobre o chefe do Xbox, Phil Spencer, encontrar com o CEO da Valve, Gabe Newell, "ocasionalmente". Por outro lado, a Epic também parece estar ciente que a Microsoft tem suas estratégias contra ela — é provável que estivessem falando do Xbox Game Pass para PC.

Com a Nintendo, em compensação, não havia perspectivas promissoras: as negociações são descritas com o termo "moonshot", que, no jargão dos negócios, significa algo muito audacioso e com poucas chances de dar certo.

Voltando à Sony, os documentos não dizem se os 200 milhões foram transferidos mesmo, mas a verdade é que a empresa já sinalizou que vai lançar mais títulos exclusivos no PC. Uncharted IV, lançado exclusivamente para o Playstation 4 em 2016, é um dos games que deve chegar em breve aos computadores — agora resta descobrir se será pela Epic ou por outra plataforma.

Deixe sua opinião sobre essas negociações nos comentários e leia mais notícias sobre a Epic Games aqui no Voxel.



Fontes