PlayStation: jogadores fazem campanha contra aumentos na PSN BR

2 min de leitura
Imagem de: PlayStation: jogadores fazem campanha contra aumentos na PSN BR
Imagem: Twitter/Reprodução
Avatar do autor

[ORIGINAL]: A informação de que jogos da linha PlayStation Hits tiveram um aumento na PS Store foi o estopim para que jogadores iniciassem, nesta quarta-feira (30), uma campanha nas redes sociais. Com a tag #PlaystationLowerPrices, os brasileiros cobram que a PlayStation Brasil reveja os reajustes dos preços.

Além dos novos valores dos games, os usuários estão lembrando das altas nos preços da PS Plus. A partir de 7 julho, todos os planos do serviço subirão pelo menos 30%.

“Contra o aumento de jogos e serviços do PlayStation no Brasil. Nós, jogadores, e fãs pedimos a PlayStation Brasil que olhe para nós e a nossa dura realidade diminuindo seus valores praticados”, diz uma das imagens produzidas pelos fãs e que está sendo republicada principalmente no Twitter.

Os jogadores estão justificando seus pedidos usando, inclusive, uma comparação dos preços dos jogos no Xbox. Far Cry 3 Classic Edition, por exemplo, está custando US$ 29,99 nas lojas do PS e Xbox nos Estados Unidos. Enquanto na loja brasileira da Microsoft o game custa R$ 79, na PSN o mesmo título está saindo por R$ 124,90.

A campanha, que está ocorrendo de maneira descentralizada, também tem utilizado a tag #JogarTemLimites, em referência ao slogan “Jogar Não Tem Limites” da marca japonesa de videogames.

Posição da PlayStation Brasil

O Voxel entrou em contato com a assessoria da PlayStation no Brasil para verificar se a empresa tem um posicionamento sobre a campanha, mas até o fechamento desta matéria não recebeu um retorno.

[ATUALIZAÇÃO 02/07/2021]: Em nota enviada para o Voxel nesta sexta-feira (02), a assessoria da PlayStation no Brasil se posicionou sobre os aumentos.

"O reajuste nos preços de alguns jogos na PS Store está alinhado à nossa constante avaliação das condições de mercado. Nossa prioridade é oferecer as melhores experiências, com máxima qualidade para atender às expectativas dos usuários", diz a empresa.

Apesar da resposta, a marca não se posicionou sobre a campanha dos jogadores, que tomou proporções ainda maiores nos dias seguintes.

PlayStation: jogadores fazem campanha contra aumentos na PSN BR