Paul McCartney diz que usou IA para criar nova música dos Beatles

1 min de leitura
Imagem de: Paul McCartney diz que usou IA para criar nova música dos Beatles
Imagem: GettyImages

Paul McCartney, ex-integrante de uma das maiores bandas de pop/rock de todos os tempos, revelou que utilizou uma Inteligência Artificial (IA) para criar uma nova música do grupo. Na última terça-feira (13), em entrevista à BBC Radio 4, McCartney chamou a novidade de "the final Beatles record" (a última canção dos Beatles, em tradução).

O artista disse que a tecnologia de IA o ajudou a criar a peça através de várias formas, inclusive, extraindo a voz de John Lennon de uma demo antiga e replicando-a. Vale lembrar que Lennon morreu em 1980, assassinado a tiros.

Paul McCartney.Paul McCartney.Fonte:  Getty Images 

Durante a entrevista, McCartney também declarou: "acabamos de terminar (a música) e ela será lançado neste ano". O artista não deu mais detalhes sobre a obra, que ainda não tem nome, porém, é muito provável que a canção seja uma composição de Lennon chamada "Now And Then", escrita em 1978.

Os fãs dos Beatles também devem se lembrar de que uma "canção de reunião" quase aconteceu em 1995, mesmo após a morte de Lennon. Na época, McCartney havia recebido uma demo de Yoko Ono, que era apenas uma de muitas canções inacabadas que John havia composto pouco antes de ser morto. Segundo a BBC, havia uma etiqueta que dizia: "Para Paul" nas fitas demo.

The Beatles foi um grupo musical britânico formado na cidade de Liverpool na década de 1960. A banda tinha quatro integrantes: John Lennon, Paul McCartney, George Harrison e Ringo Starr. Em pouco tempo, os "Garotos de Liverpool", como também eram conhecidos, alcançaram uma fama estrondosa e conquistaram o mundo com canções que seguem vivas na mentes dos fãs até os dias atuais.

Fontes

Você sabia que o TecMundo está no Facebook, Instagram, Telegram, TikTok, Twitter e no Whatsapp? Siga-nos por lá.