Aplicativo Zello ajuda sul-africanos a se protegerem de saques

1 min de leitura
Imagem de: Aplicativo Zello ajuda sul-africanos a se protegerem de saques
Imagem: Rogan Ward/Reuters
Avatar do autor

O Zello, um aplicativo projetado originalmente com a finalidade de auxiliar pessoas a se comunicarem durante acidentes naturais, tem sido utilizado como ferramenta em cenários de agitação social. Depois de ser um dos principais instrumentos na insurreição do Capitólio em 6 janeiro, nos EUA, o app “walkie-talkie” voltou a ser utilizado por comunidades da África do Sul, durante uma recente onda de saques e protestos.

Antes que o ex-presidente Jacob Zuma decidisse se entregar às autoridades no dia 7 de julho, para cumprir a sentença de prisão a qual foi condenado, manifestações e pilhagens generalizadas ocorreram por todo o país, principalmente em Durban, sua cidade natal. Para defender suas comunidades de saqueadores, moradores montaram redes de vigias e patrulhas utilizando o Zello.

Para os sul-africanos de toda a província de KwaZulu-Natal, a utilização de aplicativos de mensagens tradicionais, como WhatsApp e Telegram, tornaram-se confusos e pouco confiáveis. Por isso, as comunidades decidiram utilizar o Zello para se proteger. Com apenas uma conexão de internet ou WiFi, o aplicativo manda mensagens como se fosse um walkie-talkie e consegue conectar até 6 mil pessoas a um canal.

Como os sul-africanos usaram o Zello para se defender?

Após a prisão de Zuma, quando os protestos e saques se tornaram mais intensos, diversas comunidades fizeram barricadas para proteger seus bairros dos desordeiros e passaram a criar canais no Zello, que necessitam de um código para entrar. Com isso, foi possível evitar que estranhos conseguissem interceptar suas comunicações que, no app, ocorrem apenas através de voz, apertando um botão de conversa.

Com mais de 180 mil downloads na África do Sul, somente após a prisão do ex-presidente Zuma, o Zello funciona como um transceptor de rádio comum de dois pontos. Além de ser totalmente anônimo, o app não necessita ser aberto para ler ou ouvir uma mensagem. As conversas são constantes, gratuitas e em tempo real.