Entenda como Microsoft vai rodar apps do Android no Windows 11

2 min de leitura
Imagem de: Entenda como Microsoft vai rodar apps do Android no Windows 11
Imagem: Intel/Reprodução
Avatar do autor

Depois de muita especulação e vazamentos, a Microsoft anunciou ontem (24) o aguardado Windows 11. O sistema operacional chegará gratuitamente para quem já tem o Windows 10 e, dentre as novidades, o novo SO terá acesso e rodará aplicativos Android.

O anúncio pegou muita gente de surpresa, mesmo a gigante da tecnologia já tendo dito que reformularia sua loja de apps. A dúvida que fica é: como os apps rodarão no software, já que eles foram desenvolvidos em estruturas diferentes?

Em uma publicação em seu site oficial, a Intel deu mais detalhes de como a tecnologia Intel Bridge atuará para fazer isso acontecer. Primeiro, Gregory Bryant, vice-presidente executivo e gerente geral da marca, falou sobre a parceria entre as empresas.

O especialista disse que a “combinação das tecnologias e plataformas Windows 11 e Intel oferece desempenho, compatibilidade e experiências incomparáveis”. Segundo promete a empresa, a parceria vai além de uma simples emulação e entregará aplicativos rodando de maneira "suave".

Explicação técnica

Para rodar os aplicativos Android no Windows, a tecnologia Intel Bridge funciona como um pós-compilador que transforma aplicações para a arquitetura x86. Ou seja, a ferramenta realiza uma espécie de tradução, fazendo com que os programas rodem como se fossem nativos no ambiente x86, que também é utilizado no Linux.

O sistema funciona de forma similar ao software Rosetta que está nos chips M1 da Apple. Só que ao invés de converter programas x86 para a arquitetura ARM, ele faz o contrário, saindo do ARM para a x86. Outro detalhe importante é a compatibilidade: apesar da tecnologia ser da Intel, a novidade também vai funcionar em máquinas rodando o Windows 11 em CPUs AMD.

Mesmo funcionando em diferentes tipos de CPU, a Intel ainda puxa a sardinha para o seu lado no comunicado oficial sobre a função. A empresa disse que modelo multi-arquitetura da marca “fornece as engines corretas para as cargas de trabalho certas, integrando os núcleos da CPU, tecnologia gráfica, aceleradores de inteligência artificial, processadores de imagens e mais em uma única solução”.

Windows 11

Com isso tudo, a promessa é que a tecnologia fará com que todos os aplicativos móveis e jogos do Android rodem no PC. Será possível, por exemplo, baixar o TikTok e utilizar no computador como se fosse qualquer outro programa.

Para conseguir fazer essa integração da biblioteca de apps, a Microsoft realizou uma parceria com a Amazon Appstore. No entanto, parece que também será possível rodar apps do Android fora da loja. Segundo Miguel de Icaza, que trabalha na companhia, os usuários poderão utilizar arquivos APK para realizar a instalação de apps Android no Windows 11.

Entenda como Microsoft vai rodar apps do Android no Windows 11