Invasão ao Twitter: suspeito de 22 anos é preso na Espanha

1 min de leitura
Imagem de: Invasão ao Twitter: suspeito de 22 anos é preso na Espanha
Imagem: TY Lim/Shutterstock
Avatar do autor

A polícia da Espanha prendeu, nesta quarta-feira (21), um jovem britânico que é suspeito de integrar o grupo de cibercriminosos responsável por uma invasão em larga escala no Twitter em julho de 2020.

Joseph O'Connor foi detido na cidade de Estepona, localizada no sul da Espanha. Ele tinha um mandado de prisão em aberto que foi expedido pela Justiça dos Estados Unidos.

O britânico é o quarto e último suspeito preso que, de acordo com as investigações, integra o grupo de criminosos digitais responsáveis pelo ataque à rede social. Outros dois detidos são norte-americanos, enquanto um outro também tem origem do Reino Unido. Todos eles têm no máximo 22 anos.

Twitter

De acordo com a polícia dos EUA, o detido de hoje usava o nick de "j0e" na internet, enquanto os outros usavam os nomes "Chaewon", "Rolex" e "Kirk".

Entenda o ataque

O ataque ao Twitter aconteceu em julho de 2020 e afetou contas de várias personalidades como Elon Musk, Kanye West, Jeff Bezos, Kim Kardashian e Joe Biden. Com o acesso, os cibercriminosos começaram a twittar uma mensagem pedindo bitcoins em troca de uma devolução em dobro do valor.

Twitter

As investigações descobriram que os jovens conseguiram acessar canais internos do software Slack de funcionários do Twitter. Eles encontraram credenciais de acesso ao painel de moderação da rede social e, com isso, tomaram o controle de mais de 130 contas de famosos.

O suspeito preso na Espanha era o último integrante do grupo e deve responder a crimes como acesso internacional não autorizado a computadores, obtenção de informações pessoais, extorsão e ameaça. Um dos participantes já foi, inclusive, condenado a três anos de prisão.

Invasão ao Twitter: suspeito de 22 anos é preso na Espanha