Hackers que atacaram a Embraer começam a vazar dados

1 min de leitura
Imagem de: Hackers que atacaram a Embraer começam a vazar dados
Imagem: Agência MBrasil
Avatar do autor

Segundo notícia divulgada nesta segunda-feira (7), no site de tecnologia de negócios ZDNet,  os hackers que atacaram os arquivos da Embraer na semana passada começaram a vazar alguns dos arquivos privados da empresa, após a terceira maior fabricante de aviões do mundo ter se recusado a pagar o resgate exigido pelo grupo.

Os dados obtidos pelo site, após o conglomerado brasileiro ter optado por restaurar os sistemas de backup sem pagar o resgate, foram compartilhados em um site hospedado na dark web, administrado pelos autores da disseminação do RansomExx, ou Defray777, ransomware também responsável pela invasão ao STJ em Brasília, no mês passado.

Arquivo com os dados da Embraer, vazados na dark web (Fonte: ZDNet/Reprodução)Arquivo com os dados da Embraer, vazados na dark web (Fonte: ZDNet/Reprodução)Fonte:  ZDNet 

Baixados pelo ZDNet, os dados revelam amostras de registros de funcionários, contratos comerciais, fotos de simulações de voo, além do código-fonte que permite atestar a autenticidade das informações e sua origem nos servidores da Embraer, que não reconheceu, na semana passada, nem a presença de ransomware nem o roubo de dados.

Num comunicado à imprensa, a empresa reportou o "acesso a apenas um ambiente", com impacto temporário em “algumas de suas operações”. A Embraer ainda não se manifestou sobre o caso.

Fontes