Ataque hacker ao STJ vai fazer governo 'blindar' vários sites

1 min de leitura
Imagem de: Ataque hacker ao STJ vai fazer governo 'blindar' vários sites
Imagem: Marcos Corrêa/PR
Avatar do autor

Com um ou mais hackers ainda à solta após ataques ao STJ e outros órgãos federais, o Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República (GSI) se manifestou através de um alerta emitido pelo ministro General Augusto Heleno, no qual solicita aos sites do governo federal que limitem o acesso de seus servidores. A intenção é "blindar" essa plataformas contra ataques externos.

Segundo o GSI, órgão responsável por prestar assessoria em assuntos militares e de segurança, o controle do acesso administrativo, ou seja, de funcionários dos órgãos, faria com que menos servidores ficassem online ao mesmo tempo. Além de limitar acessos, o órgão recomenda que sejam criadas mais restrições àqueles existentes, de forma que os servidores não consigam acessar todas as áreas.

Fonte: Blog Host One/ReproduçãoFonte: Blog Host One/ReproduçãoFonte:  Blog Host One 

Ataques de ransomware

Nos últimos dias, um ataque atingiu com sucesso os sistemas do Superior Tribunal de Justiça (STJ). A invasão, ainda sob investigação pela Polícia Federal, deixou a corte de justiça totalmente paralisada por uma semana, retomando suas atividades somente na última terça-feira (10). No Poder Executivo, o Ministério da Saúde também reportou ter sido alvo de vírus.

O alerta especial do GSI denuncia uma campanha massiva de ataques de ransomware, um vírus que criptografa o acesso ao sistema infectado com uma chave, e oferece o desbloqueio mediante o pagamento de um resgate em criptomoedas. Se não atendidos, os criminosos podem deletar os arquivos ou mesmo publicá-los, se isto for mais danoso.

O material produzido pelo GSI é parte do trabalho produzido por uma força-tarefa da qual fazem parte a Secretaria de Governo Digital do Ministério da Economia e o Centro de Tratamento e Resposta a Incidentes Cibernéticos de Governo (Ctir), que integra ações da Polícia Federal, Dataprev e Serpro.

Ataque hacker ao STJ vai fazer governo 'blindar' vários sites