A segurança é uma das muitas preocupações que as pessoas têm quando o assunto é carros autônomos e conectados, mas um grupo de pesquisadores de uma empresa chamada Red Balloon Security querem utilizar um software para impedir que veículos sejam hackeados por aí.

A solução, no entanto, parece ser menos inventiva do que parece: o Symbiote for Automotive Defense (“Symbiote para Defesa Automotiva”) é baseado em um add-on já existente para outros dispositivos conectados, que vão desde refrigeradores a cafeteiras, mas que passam também por smartphones, impressoras e roteadores.

O que garante a segurança é que o software, que é compatível com todos os sistemas operacionais, é instalado nos dispositivos através do uso de um hardware embutido nos produtos. Isso reduz os riscos de incompatibilidade com os inúmeros SOs que ainda são desenvolvidos de forma individual por algumas montadoras para suas centrais de infotainment.

“Conforme os carros ficam mais avançados e essa tecnologia [de conectividade] passe a se tornar mais comum em todos os modelos de veículos, motoristas vão enfrentar uma série de riscos de ataques remotos”, explicou Ang Cui, CEO da empresa.

Os riscos apontados pelo executivo são bem reais: em 2015, hackers demonstraram, durante uma conferência,que um Tesla Model S poderia ser invadido e ter suas portas abertas e até mesmo o carro ligado e dirigido de forma remota. Um ano depois, um grupo de ladrões que utilizou notebooks para abrir mais de 30 veículos, foi pego na região de Houston.

Cupons de desconto TecMundo: