Clubhouse para Android vai chegar quando?

1 min de leitura
Imagem de: Clubhouse para Android vai chegar quando?
Imagem: Reprodução
Avatar do autor

O Clubhouse se tornou um verdadeiro fenômeno nos últimos dias, chegando a atingir 600 mil usuários registrados em poucos meses. Por enquanto, apenas os proprietários de aparelhos iOS podem desfrutar da novidade – o que não deve levar muito tempo para mudar, de acordo com a empresa responsável pelo aplicativo, já que uma versão dedicada ao Android faz parte de seus planos.

"Desde os primeiros dias, queríamos construir o Clubhouse para todos. Com isso em mente, estamos entusiasmados em começar a trabalhar em nosso aplicativo Android em breve e em adicionar mais recursos de acessibilidade e localização para que as pessoas em todo o mundo possam experimentá-lo de uma forma que pareça nativa",  de acordo com uma postagem oficial da companhia em seu blog.

Antes disso, segundo o post, a equipe precisa se certificar de que as coisas continuem funcionando adequadamente. "Crescemos mais rápido do que o esperado, fazendo muitos se depararem com mensagens de erro em vermelho quando nossos servidores estão com problemas", salientaram os criadores.

Mais de 600 mil usuários se juntaram ao Clubhouse em poucos meses.Mais de 600 mil usuários se juntaram ao Clubhouse em poucos meses.Fonte:  Reprodução 

Para contornar esse obstáculo, eles comentaram que direcionarão grande parte da última rodada de financiamento que receberam a aprimoramentos de tecnologia e infraestrutura, com o objetivo de dimensionar a experiência da plataforma, mantendo-a sempre "rápida e com alto desempenho independentemente de quantas pessoas estejam se juntando" à febre do momento.

Tem mais coisa por aí!

Suporte otimizado a usuários, melhorias de classificações, bem como descobertas e um novo programa de subsídio para criadores de conteúdo não estão de fora das expectativas do Clubhouse, o que garantirá incentivos àqueles que desejarem encabeçar salas e auxiliará a plataforma a levantar mais recursos, pois, além de ser gratuita, não é suportada por anúncios.

Quem está de olho neste mercado também é o Twitter, que, há algumas semanas, começou a testar um recurso chamado Spaces, permitindo aos usuários criar espaços exclusivos para seus seguidores, estabelecendo, assim, uma alternativa para públicos com interesses semelhantes. Detalhes de implementação mais ampla ainda não foram divulgados, sendo que apenas um grupo seleto conta com a ferramenta.

Clubhouse para Android vai chegar quando?