Rolls-Royce elétrico pode ter motor do BMW i7 e uma baita bateria

2 min de leitura
Imagem de: Rolls-Royce elétrico pode ter motor do BMW i7 e uma baita bateria
Imagem: Reprodução
Avatar do autor

Ainda que não tenha realizado declaração oficial alguma a respeito do assunto, evidências sugerem que a Rolls-Royce, subsidiária do grupo alemão BMW, está se preparando para entrar no mercado de veículos elétricos com um modelo totalmente novo – e um protótipo do sedã Phantom seria o trampolim para testes mais ousados, aponta o Autocar.

No fim de 2020, a fabricante registrou a marca Silent Shadow no escritório de patentes alemão, com referência ao best-seller Silver Shadow, fabricado de 1965 a 1980. Apesar da falta de informações quanto à forma do carro em questão, se basearia na tecnologia de transmissão e bateria do BMW iX, SUV elétrico de grande porte revelado recentemente.

Torsten Müller-Ötvös, CEO da Rolls-Royce, por sua vez, confirmou em declaração que a montadora "pularia" a adoção de tecnologias híbridas. O objetivo, complementou, é estabelecer estratégias assertivas neste setor altamente competitivo – o que resultará na primeira alternativa ao tradicional motor V12 movido à gasolina desde 2003.

"Precisamos tomar decisões inteligentes sobre onde investimos nosso dinheiro", disse, sem desconsiderar o valor de outras ações. "Pode ser bom para empresas maiores entrarem em híbridos e todos os tipos de tecnologias diferentes."

Modelos clássicos estariam com os dias contados.Modelos clássicos estariam com os dias contados.Fonte:  Reprodução 

O que esperar?

De acordo com o Autocar, o desenvolvimento do Silent Shadow foi combinado com o do BMW i7, com lançamento previsto para 2022, portanto muitos dos componentes serão compartilhados, tudo para maximizar a eficiência de produção.

Sendo assim, ambos os modelos serão equipados com motores elétricos e eixos produzidos pela BMW, bem como baterias que usam células fornecidas pela Samsung SDI, indicam engenheiros envolvidos em seu desenvolvimento. Equipamentos da chinesa CATL não estariam descartados, dependendo de sua capacidade de fornecimento.

De todo modo, a novidade deve contar com uma nova estrutura espacial de alumínio da Rolls-Royce e uma bateria de mais 100 kWh para um alcance de pelo menos 500 km rodados. No total, o veículo se aproximaria de 3 toneladas ou até as excederia, contando com tração tanto traseira quanto nas quatro rodas.

BMW i7 deve ser lançado em 2022.BMW i7 deve ser lançado em 2022.Fonte:  Reprodução 

Todas essas informações não passam, por enquanto, de especulações, mas o movimento não é inesperado, pois regulamentos de emissões cada vez mais rígidos impedem a continuidade de produção de tecnologias alimentadas por combustíveis fósseis.

Por fim, o Cullinan elétrico poderia adotar um layout semelhante ao do iX, com dois motores fornecendo tração nas quatro rodas. Também é provável que carregue uma bateria semelhante em capacidade, embora o tempo até sua chegada ao mercado possa permitir alcances ainda maiores.

Rolls-Royce elétrico pode ter motor do BMW i7 e uma baita bateria