A fabricante alemã de veículos esportivos Porsche anunciou que deixará de produzir carros movidos a diesel em 2018. Veículos com suporte a esse tipo de combustível foram produzidos ao longo de pouco mais de uma década e, agora, saem de cena para dar espaço a modelos que usam uma energia limpa.

“A Porsche não está demonizando o diesel. Ele é e continuará a ser uma importante tecnologia de propulsão”, afirmou em comunicado o presidente da Porsche Oliver Blume. “Entretanto, como uma fabricante de carros esportivos na qual esse combustível sempre teve um papel secundário, chegamos à conclusão de que gostaríamos de um futuro sem diesel.”

Porsche TaycanTaycan, o primeiro modelo elétrico da Porsche, tem chegada prevista para 2019.

O movimento de abandonar o diesel vem acompanhado da ascensão da eletricidade como a principal alternativa à gasolina no futuro da empresa, que promete investir mais de € 6 bilhões em mobilidade elétrica até 2022. O primeiro fruto desse esforço aparece já no ano que vem, quando chega às lojas o Taycan, primeiro carro elétrico da Porsche.

“Nosso objetivo é ocupar a vanguarda tecnológica — estamos intensificando o foco no núcleo de nossa marca enquanto nos alinhamos de forma consistente com a mobilidade do futuro”, complementa Blume.

Aos atuais clientes de veículos elétricos, a Porsche garante todo o amparo “com o profissionalismo que eles esperam”, informa o presidente da fabricante alemã que pertence à Volkswagen.