Intel vai testar carros autônomos em estradas alemãs a até 130 km/h

1 min de leitura
Imagem de: Intel vai testar carros autônomos em estradas alemãs a até 130 km/h
Avatar do autor

A Mobileye, empresa de pesquisa e desenvolvimento de tecnologias para veículos autônomos, recebeu a permissão de autoridades da Alemanha para testar carros automatizados em qualquer área urbana e rural do país. Isso inclui a famosa Autobahn, uma rodovia em que automóveis chegam a 130 km/h.

Essa autorização significa que a Intel, que é dona da Mobileye desde 2017, é uma das primeiras empresas que não se enquadra entre montadoras tradicionais de carros a ter a permissão para fazer testes no país. A região de Munique será o núcleo das atividades, mas outras cidades do país também terão a presença dos carros autônomos.

A ideia do teste é que a Mobileye não só aprimore os próprios sistemas com base em situações reais de trânsito.

Expansão

Outro objetivo envolve demonstrar na prática a segurança, funcionalidade e escalabilidade da plataforma — e, eventualmente, feche novos negócios com companhias interessadas. Recentemente, a Ford escolheu a empresa para fornecer câmeras e sensores para o assistente de direção da fabricante norte-americana.

Em maio de 2020, a Intel ainda adquiriu a Moovit por US$ 900 milhões para ampliar o catálogo de serviços de transporte que não necessitam de um motorista humano. O sistema já está em fase de testes em regiões como França, Japão, Coreia do Sul e Israel, sede tanto da Moovit quanto da Mobileye na época em que eram startups. A ideia é obter novas licenças para rodar em outros países até o final de 2020.

Fontes

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Intel vai testar carros autônomos em estradas alemãs a até 130 km/h